Busca avançada
Ano de início
Entree

A racionalidade subjacente em processos de implantação curricular e de avaliação em larga escala: um estudo comparativo entre Brasil e Portugal

Processo: 16/16478-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Currículo
Pesquisador responsável:Deise Aparecida Peralta
Beneficiário:Deise Aparecida Peralta
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Pesq. associados:Harryson Júnio Lessa Gonçalves
Assunto(s):Formação de professores  Avaliação da educação  Currículos e programas  Ação comunicativa  Educação comparada  Brasil  Portugal 

Resumo

O presente projeto de pesquisa se delineia a partir da descrição e análise das estruturas conjecturais, do histórico de reformas curriculares e de sistemas de avaliações em larga escala que incidiram e incidem sobre os sistemas educacionais de Portugal e do Brasil na expectativa de configuração das bases culturais, sociais, econômicas, políticas e pedagógicas em que esses sistemas se constituíram, permitindo apreender aspectos teóricos que consubstanciam e caracterizam a forma como professores foram e são envolvidos nas reformas curriculares e de avaliação externa e em larga escala. Por "forma" como foram envolvidos entende-se, e recorrendo-se a Teoria da Ação Comunicativa (HABERMAS, 2001), a racionalidade que subjaz às relações que se estabelecem entre interlocutores num processo de formação. A investigação se desenvolverá em 04 fases, segundo pressupostos teórico-metodológicos da Educação Comparada: (1ª) Fase descritiva - observações e descrições; (2ª) Fase explicativa - introduz interpretação, com o objetivo de explicar e compreender; (3ª) Fase de justaposição - primeira tentativa de comparação, oferecendo a constatação nacional definida no contexto dos critérios de comparação selecionados; (4ª) Fase comparativa - as hipóteses comparativas são testadas usando a comparação sistemática, as relações entre Brasil e Portugal serão avaliadas por referência ao critério de comparação e conclusões. Espera-se construir um arcabouço teórico, a partir da análise do arcabouço documental levantado, que permita discutir os conceitos de formação de professores, reformas curriculares, avaliações externas e em larga escala com base em uma perspectiva habermasiana (HABERMAS, 2001). (AU)