Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema de esquadrias para ventilação unilateral

Processo: 17/50186-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Edson Matsumoto
Beneficiário:Edson Matsumoto
Empresa:Cotaltec Pesquisa e Desenvolvimento Ltda
Município: Limeira
Vinculado ao auxílio:13/50875-3 - Sistema de esquadrias para ventilação unilateral, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):17/17307-2 - Sistema de esquadrias para ventilação unilateral, BP.PIPE
Assunto(s):Construção civil  Esquadrias  Ventilação (conforto ambiental)  Túneis de vento 

Resumo

A construção de edificações com diversas unidades de apartamentos ou salas de escritórios em cada pavimento é uma prática cada vez mais frequente, tendo em vista a produção unidades com apenas uma fachada. Diante deste fato, a ventilação unilateral torna-se cada vez mais importante dentro do contexto da qualidade de vida no ambiente construído e da eficiência energética na edificação. Assim, o desenvolvimento de um sistema de ventilação unilateral eficiente torna-se relevante. O objetivo deste projeto é o desenvolvimento de sistema de esquadrias para ventilação unilateral em edificações multi pavimentos ou térreas, cujas unidades de apartamentos ou salas de escritórios possuam apenas uma fachada, e que promovam trocas de ar suficientes para manter o conforto térmico no interior, independente da direção de incidência do vento. Na (fase 1) do projeto, verificou-se que é possível induzir a movimentação de ar no interior de uma unidade de apartamento ou escritório com aberturas em uma única fachada, utilizando anteparos nestas aberturas. Desta forma, foi comprovada a viabilidade de se desenvolver um sistema de esquadrias para ventilação unilateral. Nesta fase (2) devem ser determinadas as geometrias mais adequadas para os anteparos a serem colocados nas aberturas de entrada e de saída de ar, onde posicionar as aberturas de entrada e de saída, as dimensões das aberturas e como conduzir o ar para os setores do ambiente a serem ventilados. Estas incertezas serão esclarecidas com os resultados a serem obtidos em vários ensaios de modelos físicos de edificações multi pavimentos construídos, instrumentados e ensaiados no duto ventilado, utilizando um conjunto de ventiladores, construído para desenvolver a (fase 1). Nestes ensaios serão determinadas as velocidades nas aberturas de entrada e de saída e no ambiente interno. Estes dados devem fornecer subsídio para a escolha das geometrias adequadas para as esquadrias das aberturas, para o posicionamento e o dimensionamento das aberturas e para a obtenção da melhor maneira de conduzir o ar para o interior do ambiente. O resultado esperado é o desenvolvimento de um sistema de ventilação natural composto por aberturas, com esquadrias adequadas, e dutos integrados para induzir a circulação de ar em um ambiente construído, com aberturas em uma única fachada, independente da direção de incidência do vento. Este sistema de ventilação está alinhado com o conceito de eficiência energética e poderá ser utilizado em edifícios residenciais ou comerciais, em casas e, principalmente, em edificações de interesse social onde o impacto deste sistema poderá ser sentido na melhoria da qualidade de vida de seus moradores, pois poderão desfrutar do conforto térmico e com economia de energia. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.