Busca avançada
Ano de início
Entree

Remodelação cardíaca de ratos com disfunção cardíaca direita submetidos a treinamento físico preventivo: estudo morfo-funcional e molecular

Processo: 16/11344-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Francis Lopes Pacagnelli
Beneficiário:Francis Lopes Pacagnelli
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Presidente Prudente , SP, Brasil
Pesq. associados:Antonio Carlos Cicogna ; Katashi Okoshi ; Rejane Batista Brinholi Victorino da Silva ; Yudney Pereira da Motta
Bolsa(s) vinculada(s):18/24317-7 - Análise das vias moleculares envolvendo o colágeno no ventrículo direito de ratos com hipertensão pulmonar submetidos ao treinamento físico, BP.TT
Assunto(s):Cardiologia  Insuficiência cardíaca  Remodelação ventricular  Hipertensão pulmonar  Exercício físico  Modelos animais de doenças 

Resumo

A insuficiência cardíaca direita é uma evolução da disfunção ventricular e está relacionada a limitações funcionais e a altas taxas de morbi-mortalidade.O exercício de forma preventiva atuando na disfunção cardíaca estágio este que precede a IC pode ser uma conduta benéfica nas alterações cardíacas e não tem sido abordado.Objetivo:testar a hipótese de que o treinamento físico preventivo em animais com disfunção ventricular direita promoverá a atenuação das alterações cardíacas por meio de métodos morfo-funcionais e moleculares.Métodos:serão utilizados 32 ratos Wistar machos divididos 4 grupos (n=8): sedentário controle; treinamento controle; sedentário monocrotalina;treinamento monocrotalina. O protocolo de treino preventivo será realizado em esteira por 13 semanas, 5vezes/semana,com 2 semanas de adaptação, aumento gradual velocidade/tempo.Na terceira, quarta e quinta semanas treino será a 0,9km/h-60min, na sexta, sétima e oitava 1Km/h-60min e na nona e décima 1,1km/h-60min.Então, será aplicada monocrotalina (60mg/Kg) que induz hipertensão arterial pulmonar e será realizada a análise do limiar de lactato para determinar as velocidades de treino que ocorrerão por mais 3 semanas.Após a identificação da disfunção ventricular por ecocardiograma os animais serão mortos. A função cardíaca será avaliada por ecocardiograma, a hipertrofia ventricular por análise histomorfométrica, os mecanismos de disfunção cardíaca serão analisados por meio da expressão gênica (RT- qPCR) e análise protéica (Western Blotting).Para análise da normalidade dos dados será utilizado Shapiro-Wilk, para comparação entre os dados ANOVA com pós teste de Tukey ou Dunn (p<5%). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.