Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do transplante renal na saúde bucal e no manejo odontológico

Processo: 17/07778-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2017 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Marina Helena Cury Gallottini
Beneficiário:Marina Helena Cury Gallottini
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Paulo Henrique Braz da Silva
Assunto(s):Transplante de rim  Infecções oportunistas  Infecções por Herpesviridae  Imunossupressão  Reparação alveolar 

Resumo

O transplante renal é a terapia mais eficaz para a doença renal em fase terminal. O Brasil ocupa o segundo lugar em número absoluto de transplantes renais no mundo, tendo realizado, em 2016, 5.492 transplantes de rim. A necessidade do uso de fármacos imunossupressores ao longo da vida, associados a uma variedade de comorbidades torna os receptores de transplante renal um grupo único de pacientes com necessidades complexas de cuidados de saúde bucal a longo prazo. Embora os avanços nos regimes de fármacos imunossupressores tenham diminuído o risco de rejeição de órgãos, as infecções por herpesvírus continuam a ser uma das principais causas de morbidade e mortalidade para a maioria dos receptores de transplante.A literatura apresenta vários artigos focando o tipo e a freqüência de manifestações bucais em pacientes transplantados renais, mas é escassa em pesquisas que forneçam evidências científicas sobre o risco do tratamento odontológico invasivo induzir infecção local ou à distância, nesses indivíduos imunossuprimidos. Outra área de interessante é o uso da saliva para detecção e monitoramento de infecção por vírus da família herpesviridae.Neste contexto, os objetivos deste projeto incluem: 1) detectar e quantificar herpesvírus (HSV-1, HSV-2, EBV, CMV, VZV, HHV-6, HHV-7 e HHV-8) em fluidos orais de transplantados renais em três momentos distintos, sendo um imediatamente antes e dois após o transplante renal; 2) avaliar o reparo alveolar pós-exodôntico de receptores de transplante renal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SANTANA SARMENTO, DMITRY JOSE; CALIENTO, RUBENS; MACIEL, RAFAEL FABIO; BRAZ-SILVA, PAULO HENRIQUE; DE ABREU PESTANA, JOSE OSMAR MEDINA; LOCKHART, PETER B.; GALLOTTINI, MARINA. Poor oral health status and short-term outcome of kidney transplantation. SPECIAL CARE IN DENTISTRY, AUG 2020. Citações Web of Science: 0.
DE SANTANA SARMENTO, DMITRY JOSE; TOZETTO-MENDOZA, TANIA REGINA; FERNANDES DE SOUZA, ANA CAROLINA MAMANA; MACIEL, RAFAEL; PAIAO, HEUDER; LIMA, SILVIA HELENA; CRISTELLI, MARINA; MEDINA DE ABREU PESTANA, JOSE OSMAR; BRAZ-SILVA, PAULO HENRIQUE; GALLOTTINI, MARINA. Herpesviruses oral shedding and viremia in renal transplant recipients: A longitudinal study. TRANSPLANT INFECTIOUS DISEASE, v. 22, n. 4 JUN 2020. Citações Web of Science: 0.
DE SANTANA SARMENTO, DMITRY JOSE; CORREIA AIRES ANTUNES, ROSANA SAINT CLAIR; CRISTELLI, MARINA; BRAZ-SILVA, PAULO HENRIQUE; MACIEL, RAFAEL; MEDINA DE ABREU PESTANA, JOSE OSMAR; GALLOTTINI, MARINA. Oral manifestations of allograft recipients immediately before and after kidney transplantation. ACTA ODONTOLOGICA SCANDINAVICA, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.