Busca avançada
Ano de início
Entree

Prognostic significance of cyclooxygenase 2 (COX-2) and p-Akt1 overexpression in primary non-metastatic and metastatic cutaneous melanomas

Processo: 17/14905-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Jacks Jorge Junior
Beneficiário:Jacks Jorge Junior
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado à bolsa:15/25905-1 - Expressão de Akt, COX-2, RUNX1 e metaloproteinases em melanomas metastáticos e prospecção biotecnológica de moléculas com atividade antitumoral, BP.DR
Assunto(s):Patologia  Ciclo-oxigenase 2 

Resumo

Cicloxigenase 2 (COX-2) e p-Akt1 são associados com a disseminação tumoral, proliferação celular, alto metabolismo e a angigênese em tumores sólidos. Este estudo teve como objetivo investigar a expressão de COX-2 e p-Akt1 em melanomas primários e metastáticos, por meio da correlação com o índice de proliferação celular (como revelado pela expressão do minicromossoma de manutenção 2 [Mcm-2]) e o desfecho de pacientes com melanomas malignos. Setenta e sete biópsias de melanomas malignos, incluindo 42 melanomas primários não metastáticos (PNMM), 12 melanomas metastáticos primários (PMM) e 23 melanomas metastáticos (MM), foram selecionados retrospectivamente. As microarrays teciduais foram desenvolvidas e submetidas à imunoistoquímica para COX-2, p-Akt1 e Mcm-2. Aumento dos padrões de coloração citoplasmática para COX-2 foram observados em PMM e MM quando comparados ao PNMM (P = 0,0011). O aumento da expressão nuclear e citoplasmática de p-Akt1 foi mais fortemente associada com PMM do que com MM e PNMM (p <0.00001). A co-expressão desses biomarcadores foi estreitamente correlacionada com menores taxas globais de sobrevivência em melanomas. Além disso, observamos correlação positiva estatisticamente significativa entre o índice de mitose e o aumento da expressão de COX-2 (P = 0,0135) e entre p-Akt1 (P = 0,0038) e o índice de proliferação celular (P = 0,0060). Em conjunto, nossos achados demonstram que COX-2 e p-Akt1 desempenham importante papel combinado durante a progressão do melanoma e estão associados a tumores altamente metastáticos e taxas de sobrevivência em pacientes com MM. Além disso, esses biomarcadores podem ser usados para prever o prognóstico do melanoma independentemente do estado metastático. No entanto, estudos adicionais são necessários para elucidar o papel biológico desses biomarcadores durante a progressão dos eventos metastáticos de melanoma. (AU)