Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem de sistemas reparáveis com fragilidade e riscos competitivos

Processo: 17/08159-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística - Probabilidade e Estatística Aplicadas
Pesquisador responsável:Vera Lucia Damasceno Tomazella
Beneficiário:Vera Lucia Damasceno Tomazella
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas reparáveis  Fragilidade  Riscos competitivos  Confiabilidade 

Resumo

Em indústrias compostas por equipamentos complexos, dispostas muitas vezes em série, uma simples falha pode significar a paralisação da linha de produção como um todo, gerando enormes perdas financeiras e transtornos. A partir da década de 80 a operação e manutenção de plantas industriais passaram a ser reconhecidas como disciplinas tão importantes para o sucesso das estratégias corporativas quanto as de desenvolvimento de produtos e engenharia de fabricação. Um dos principais agentes que contribui para esta situação reside no papel decisivo que a operação e a manutenção desempenham em questões que vão desde fatores ambientais e de segurança até o nível de rentabilidade das empresas. Modelos probabilísticos e estatísticos para analisar e otimizar o desempenho de sistemas reparáveis têm sido amplamente discutidos na literatura. Tais modelos devem ser capazes de descrever a ocorrência de eventos (falhas) ao longo do tempo, bem como o efeito das manutenções corretivas (reparos). Então qualquer estudo voltado para a determinação de uma política adequada para sistemas reparáveis deve se basear em tais modelos.Assim este projeto tem como objetivo principal o desenvolvimento de modelos estatísticos para a análise de dados de falhas e reparos de equipamentos, visando subsidiar a elaboração de uma política ótima de manutenção, propondo modelos que incorporem efeitos de observações observáveis e não observáveis de diferentes tipos de falhas (Fragilidade) e em situações nas quais o sistema em série esta sujeito a múltiplas causas de falhas (Riscos Competitivos). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.