Busca avançada
Ano de início
Entree

A escuta singular de Pixinguinha: história e música popular no Brasil dos anos 1920 e 1930

Resumo

O trabalho aborda diversos aspectos do universo do entretenimento no Rio de Janeiro das décadas de 1920 e 1930 em sua articulação com a música e com os músicos populares. Seu fio condutor é a trajetória do compositor, instrumentista, arranjador e maestro Alfredo Vianna da Rocha Filho, o Pixinguinha, que atuou e colaborou nos diversos meios do entretenimento do Rio de Janeiro. O percurso é longo: dos cafés-concertos ao rádio, com uma longa pausa na indústria fonográfica. Parte-se do pressuposto que a música popular desempenhou papel mais que relevante naquele contexto. Das rodas de choro ao Palácio do Catete, do morro aos estúdios de gravação, ela esteve presente nos diversos espaços da cidade, revelando vários dos dilemas existentes no país naquele momento: moderna ou típica? negra ou branca? folclórica ou popular? Privilegiamos, como objeto de análise, a escuta do compositor, revelada em suas composições, interpretações e, sobretudo, em seus arranjos, os quais nos permitem escutar sua escuta, e desvendar os modos de inserção e barreiras encontrados pelo músico nesse universo em constante transformação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)