Busca avançada
Ano de início
Entree

Plataforma Conatus: gestão de programas de ética e compliance

Processo: 15/15994-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Rubens da Costa Santos
Beneficiário:Rubens da Costa Santos
Empresa:Entelekia Tecnologias do Conhecimento Ltda
Município: São Paulo
Pesquisadores principais:Alessandra Duarte Batista ; Viviane Schneider
Pesq. associados: Denilson Sell
Bolsa(s) vinculada(s):17/22038-0 - Plataforma Conatus: gestão de programas de ética e compliance, BP.PIPE
Assunto(s):Compliance  Gestão do conhecimento  Ética (filosofia)  Governança corporativa  Inteligência artificial 

Resumo

Com a regulamentação da Lei 12.846/13 (Lei Anticorrupção) pelo Decreto 8.420/15, muitas organizações brasileiras começam a criar Programas de Ética e Compliance (PECs) ou Programas de Integridade. A criação de PECs está se constituindo em um novo e promissor mercado. A manutenção de um PEC nas organizações envolve investimentos para adquirir, implantar e manter soluções de TI capazes de integrar as diversas áreas da organização, engajar profissionais com competências ligadas ao Direito, Gestão Empresarial, Psicologia Organizacional e Gestão da Informação e revisão dos processos organizacionais e dos procedimentos de gestão. Embora os investimentos para estruturação de um PEC sejam altos, os custos da não conformidade mesmo que acidental podem ser muito maiores. O não cumprimento de leis e regulamentos pode levar a multas, sanções legais e regulamentares, além de danos à imagem que podem inviabilizar o negócio. Ademais, com o advento dessa Lei no Brasil, empresas de pequeno e médio porte deverão estabelecer seus PECs, que no modelo vigente é praticamente inviável. Nesse contexto, nasce a Conatus Plataforma de Engenharia do Conhecimento (EC) destinada à criação, implantação, gestão e avaliação de PECs. Ela visa dar vida ativa a valores e princípios de Ética e Sustentabilidade para: a) Conciliar os interesses da organização com os interesses de sua rede de stakeholders b) Auxiliar os gestores a decidirem sobre o uso mais justo do dinheiro e do poder de influência da organização e c) Operar bens intangíveis (marca, reputação e cultura organizacional) com a finalidade de preservar os bens tangíveis. Para isso, este projeto prevê a realização de pesquisa tecnológica e conceitual visando estabelecer o núcleo de inteligência em Ética e Compliance da Plataforma Conatus para estruturar modelo de conhecimento para PECs, a partir da caracterização do estado da arte em Gestão de Ética e Compliance, Engenharia e Gestão do Conhecimento, Inteligência Artificial e Engenharia de Decisões. Estão previstos estudos de indicadores e de modelos de mídia do conhecimento objetivando sua contribuição efetiva no processo decisório organizacional. Na etapa seguinte será construído um protótipo para realização de prova de conceito e este será aplicado no contexto real de empresas paulistas de modo a se verificar a capacidade de atendimento do modelo bem como de suas diretrizes quanto ao poder de extração de indicadores estratégicos e relatórios analíticos automáticos. Esse esforço busca demonstrar a viabilidade de aplicação em larga escala da solução criada com baixo custo em atendimento às demandas de empresas brasileiras. Esta proposta visa apoiar a redução de custos e complexidade relacionados à implementação PECs para apoiar a predição, prevenção e monitoramento de quebras de conduta nas organizações. Visa entregar valor às empresas por meio de serviços automatizados capazes de avaliar o grau de maturidade de suas políticas e práticas em termos de Ética e Compliance em atendimento à Lei Anticorrupção, com baixo custo, tecnologia inovadora nacional e elevada eficácia. (AU)