Busca avançada
Ano de início
Entree

Arbitrariedade e genericidade: ou sobre como falar do indizível

Resumo

Com esse projeto proponho investigar a noção de objeto arbitrário recorrendo às metodologias históricas, filosóficas e lógicas. A perspectiva principal para essa análise consiste naquela da teoria de conjuntos. O projeto é dividido em três seções complementares. Primeiramente proponho uma reconstrução geral da teorização dos objetos arbitrários, ressaltando a função de conceitos e extensões na formalização da teoria de conjuntos. Além disso, eu planejo reconstruir a origem, e entender o sentido, do uso de objetos arbitrários nos âmbitos mais abstratos da prática Matemática contemporânea. Na segunda seção, de um ponto de vista mais filosófico, eu planejo confrontar o conceito de conjunto arbitrário com a noção de conjunto baseada na concepção iterativa de Goedel e no princípio de limitação de tamanho de Cantor. Além disso, com uma perspectiva mais intensional sobre a teoria de conjuntos, eu planejo estudar se a noção de objeto arbitrário ou de referência arbitrária pode clarificar os problemas ontológicos e semânticos de um processo de abstração à la Frege. Em relação com isso, pretendo desenvolver uma aplicação da teoria dos atos de fala à Matemática. Na terceira seção, eu planejo analisar de um ponto de vista formal a noção de arbitrariedade através daquela de genericidade, que é a base da técnica de Forcing. Eu proponho axiomatizar o conceito de genericidade em um contexto abstrato. Enfim planejo aplicar a lógica modal (RI-logics) para axiomatizar as sentenças invariantes sob Forcing (Omega-logic). Por fim proponho utilizar o método de Forcing para entender o caráter relativo ou absoluto da noção de genericidade. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JOCKWICH MARTINEZ, S.; VENTURI, G. Non-classical Models of ZF. STUDIA LOGICA, JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
RUFFINO, MARCO; SAN MAURO, LUCA; VENTURI, GIORGIO. Speech acts in mathematics. SYNTHESE, JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
RUFFINO, MARCO; SAN MAURO, LUCA; VENTURI, GIORGIO. At least one black sheep: Pragmatics and mathematical language. JOURNAL OF PRAGMATICS, v. 160, p. 114-119, APR 2020. Citações Web of Science: 0.
VENTURI, GIORGIO. Infinite Forcing and the Generic Multiverse. STUDIA LOGICA, v. 108, n. 2, p. 277-290, APR 2020. Citações Web of Science: 0.
KUBYSHKINA, EKATERINA; PETROLO, MATTIA. A logic for factive ignorance. SYNTHESE, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
VENTURI, GIORGIO. GENERICITY AND ARBITRARINESS. LOGIQUE ET ANALYSE, n. 248, p. 435-452, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.