Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização proteômica e das atividades enzimáticas e fisiopatológicas do veneno das espécies de serpentes que compõem o grupo Bothrops neuwiedi

Processo: 17/16908-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2017 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Karen de Morais Zani
Beneficiário:Karen de Morais Zani
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiopatologia  Envenenamento por animais peçonhentos  Venenos de serpentes  Bothrops  Bothrops neuwiedi  Filogenia  Antivenenos 

Resumo

O envenenamento por serpentes é classificado pela Organização Mundial da Saúde como uma doença tropical negligenciada, responsável por aproximadamente 2,5 milhões de envenenamentos e 150 mil mortes por ano. No Brasil, as espécies do gênero Bothrops representam o mais importante grupo de serpentes para a saúde pública, sendo responsáveis por cerca de 86,7% dos acidentes ofídicos registrados. Dentre essas espécies, a que apresenta maior distribuição geográfica é a Bothrops neuwiedi (B. neuwiedi). As serpentes que compunham o chamado "complexo B. neuwiedi" foram submetidas a uma revisão taxonômica em 2008, com base em caracteres morfológicos. Como resultado dessa análise, foi proposto que esse complexo é, na verdade, formado por 7 espécies plenas: B. neuwiedi, B. diporus, B. lutzi, B. mattogrossensis, B. pauloensis, B. pubescens e B. marmoratus. Recentemente, essa classificação foi corroborada com base em dados moleculares, envolvendo a sequência de genes mitocondriais e nucleares. Entretanto, estudos a respeito da caracterização dos venenos dessas espécies após a revisão taxonômica do grupo são escassos. Apenas o veneno de B. diporus (da Argentina) e B. pauloensis tiveram seu proteoma caracterizado. Em contraste, nenhum trabalho envolvendo a composição e atividades biológicas do veneno foi encontrado para as espécies B. lutzi, B. marmoratus, B. mattogrossensis e B. pubescens. Ainda, apesar de o veneno de B. neuwiedi ser bastante estudado, novas análises são necessárias considerando-se que os trabalhos disponíveis não especificam as subespécies utilizadas ou utilizam uma mistura de veneno de diferentes subespécies, de acordo com a antiga classificação. Tendo em vista a complexidade do grupo B. neuwiedi e a relevância dessas espécies para a saúde pública, a realização de um estudo multifacetado comparando a composição de proteínas dos venenos dessas espécies e sua reatividade com o anti-veneno produzido pelo Instituto Butantan é de extrema importância. A caracterização do veneno das espécies que compõem o grupo B. neuwiedi contribuirá para (i) o conhecimento per se das características do veneno de cada espécie, incluindo a composição de proteínas e as atividades fisiopatológicas; (ii) a correlação entre as características dos venenos e as relações filogenéticas das espécies em estudo; e (iii) a investigação da eficiência do soro anti-botrópico na neutralização do veneno de cada uma dessas espécies. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GALIZIO, NATHALIA DA COSTA; SERINO-SILVA, CAROLINE; STUGINSKI, DANIEL RODRIGUES; ESTIMA ABREU, PATRICIA ANTONIA; SANT'ANNA, SAVIO STEFANINI; GREGO, KATHLEEN FERNANDES; TASHIMA, ALEXANDRE KEIJI; TANAKA-AZEVEDO, ANITA MITICO; DE MORAIS-ZANI, KAREN. Compositional and functional investigation of individual and pooled venoms from long-term captive and recently wild-caught Bothrops jararaca snakes. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 186, p. 56-70, AUG 30 2018. Citações Web of Science: 3.
SERINO-SILVA, CAROLINE; MORAIS-ZANI, KAREN; TOYAMA, MARCOS HIKARI; TOYAMA, DANIELA DE OLIVEIRA; GAETA, HENRIQUE HESSE; BITTENCOURT RODRIGUES, CAROLINE FABRI; AGUIAR, WESLEI DA SILVA; TASHIMA, ALEXANDRE KEIJI; GREGO, KATHLEEN FERNANDES; TANAKA-AZEVEDO, ANITA MITICO. Purification and characterization of the first gamma-phospholipase inhibitor (gamma PLI) from Bothrops jararaca snake serum. PLoS One, v. 13, n. 3 MAR 5 2018. Citações Web of Science: 1.
DE FARIAS, IASMIM BAPTISTA; DE MORAIS-ZANI, KAREN; SERINO-SILVA, CAROLINE; SANT'ANNA, SAVIO S.; DA ROCHA, MARISA M. T.; GREGO, KATHLEEN F.; ANDRADE-SILVA, DEBORA; SERRANO, SOLANGE M. T.; TANAKA-AZEVEDO, ANITA M. Functional and proteomic comparison of Bothrops jararaca venom from captive specimens and the Brazilian Bothropic Reference Venom. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 174, p. 36-46, MAR 1 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.