Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da composição e da influência exercida pelo microbioma intestinal de camundongos durante o desenvolvimento de caquexia induzida por transplante de células de câncer pulmonar (LLC)

Processo: 17/08112-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Daniela Leite Jabes
Beneficiário:Daniela Leite Jabes
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Campus da Sede Mogi das Cruzes. Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Pesq. associados:Luciana Campos Paulino ; Luiz Roberto Nunes ; Miguel Luiz Batista Junior
Assunto(s):Síndrome metabólica  Microbioma gastrointestinal  Micobioma  Caquexia  Transplante de células  Células tumorais 

Resumo

Atualmente, sabe-se que o corpo humano serve como reservatório para inúmeros microrganismos, como bactérias, eucariotos, vírus e arqueobactérias, que habitam diversos de seus nichos anatômicos e superam, em número, as células do próprio hospedeiro. Diversos membros desta microcomunidade estabelecem associações não-desarmônicas com seus hospedeiros, mas há situações em que desequilíbrios verificados nestas relações (disbioses) podem contribuir para o desenvolvimento de patologias de natureza não-infecciosa (locais ou sistêmicas). Nesse sentido, dados atuais indicam que alterações na composição da microbiota intestinal parecem estar particularmente relacionadas ao desenvolvimento de síndromes metabólicas, como diabetes, obesidade e, mais recentemente, caquexia. A caquexia é reconhecida como uma síndrome metabólica associada a diversas doenças subjacentes, como câncer, doença renal crônica e doença cardíaca crônica. Estudos envolvendo a análise da microbiota bacteriana de camundongos caquéticos apontam para a existência de correlação entre o desenvolvimento da síndrome e alterações nas proporções relativas de bactérias pertencentes aos gêneros Lactobacillus, Enterobacteriaceae e Parabacterioides. No entanto, estudos destinados a verificar a existência de correlações entre o desenvolvimento de caquexia e alterações populacionais em outros componentes da microbiota gastrointestinal (notadamente fungos e vírus), ainda não foram realizadas. Nesse sentido, o projeto aqui proposto visa realizar, pela primeira vez, uma caracterização abrangente das alterações que ocorrem na microbiota intestinal de camundongos (incluindo bactérias, fungos e vírus), durante o desenvolvimento de caquexia em animais da linhagem C57BL/6 submetidos a transplante de células tumorais LLC. Além disso, propomos realizar uma ainda inédita comparação funcional dos microbiomas antes e depois do desenvolvimento da caquexia, utilizando ferramentas de bioinformática que permitem identificar as alterações metabólico-funcionais que ocorrem na comunidade de microrganismos, em decorrência das alterações de composição a que ela é submetida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBOSA, DAVID ACIOLE; MENEGIDIO, FABIANO BEZERRA; ALENCAR, VALQUIRIA CAMPOS; GONCALVES, RAFAEL S.; SANTOS SILVA, JULIANA DE FATIMA; VILAS BOAS, RENATA OZELAMI; LIMA FAUSTINO DE MARIA, YARA NATERCIA; JABES, DANIELA LEITE; DE OLIVEIRA, REGINA COSTA; NUNES, LUIZ R. ParaDB: A manually curated database containing genomic annotation for the human pathogenic fungi Paracoccidioides spp.. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 13, n. 7 JUL 2019. Citações Web of Science: 0.
MENEGIDIO, FABIANO B.; BARBOSA, DAVID ACIOLE; GONCALVES, RAFAEL DOS S.; NISHIME, MARCIO M.; JABES, DANIELA L.; DE OLIVEIRA, REGINA COSTA; NUNES, LUIZ R. Bioportainer Workbench: a versatile and user-friendly system that integrates implementation, management, and use of bioinformatics resources in Docker environments. GIGASCIENCE, v. 8, n. 4 APR 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.