Busca avançada
Ano de início
Entree

A eficiência da proteção de habitats costeiros: uma abordagem integrada no estudo da diversidade de macrófitas e invertebrados associados em áreas com diferentes status de conservação

Processo: 17/16837-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Fosca Pedini Pereira Leite
Beneficiário:Fosca Pedini Pereira Leite
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Anete Pereira de Souza
Assunto(s):Biodiversidade  Conservação dos recursos naturais   Diversidade genética  Habitat  Macrófitas  Invertebrados  Áreas de conservação  Área de proteção ambiental 

Resumo

Os habitats costeiros têm apresentado grande redução na sua extensão, o que vem culminando em declínio da sua biodiversidade. O estabelecimento de áreas protegidas é apontado como um dos principais instrumentos de conservação para reduzir significativamente a taxa de perda de espécies. Entretanto, conclusões sobre os efeitos de proteção sobre a biodiversidade da comunidade de macrófitas e invertebrados associados ainda não são claras e o estudo deste sistema pode também levantar informações adicionais sobre espécies de níveis tróficos superiores. A biodiversidade definida como a variedade de vida, em todos os níveis de organização e sua análise através de uma abordagem integrada dos parâmetros de diversidade tem fornecido subsídios essenciais para os esforços de conservação em ambientes costeiros. Assim, esse projeto tem como objetivo avaliar a eficiência de estratégias de conservação para a proteção da diversidade em sistemas de macrófitas-invertebrados em áreas sob diferentes status de conservação no litoral paulista a partir de duas frentes principais: (I) diversidade de espécies, filogenética e funcional; e (II) diversidade genética. Espera-se identificar variações na composição e diversidade das comunidades de macrófitas e invertebrados associados e analisar a sua organização através do espaço, além de compreender os padrões de estruturação genética de suas espécies chaves de diferentes níveis tróficos e investigar quais características da paisagem podem influenciar nesta estruturação. Com isso, pretende-se propiciar a formação de recursos humanos, capacitando profissionais aptos a desenvolver estudos e atividades em diferentes áreas da conservação. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.