Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimentos analíticos para determinação de bifenilos policlorados (PCBs) em leite

Processo: 17/19478-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2017 - 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Stanislau Bogusz Junior
Beneficiário:Stanislau Bogusz Junior
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Emanuel Carrilho ; Letícia Aparecida Marques
Assunto(s):Cromatografia gasosa-espectrometria de massas  Microextração em fase sólida  Microfluídica  Bifenilos policlorados  Planejamento de experimentos  Leite 

Resumo

Os bifenilos policlorados (PCBs) são compostos de reconhecida toxicidade, encontrados como contaminantes no ambiente e em alimentos, principalmente em carnes, peixes e leite. As características nutricionais e o hábito do consumo de leite desde a infância fazem com que a exposição não ocupacional dos seres humanos aos PCBs por meio da ingestão deste produto gere apreensão. Este projeto tem por objetivos: i) desenvolver e otimizar uma metodologia para determinação de PCBs em leite por SPME e GC-MS; ii) mapear a contaminação por PCBs no leite integral produzido nas principais bacias leiteiras do estado de São Paulo e estimar a ingesta diária de PCBs pelo consumo de leite por crianças em idade escolar, e; iii) construir uma plataforma microfluídica com detecção C4D de elevada especificidade para marcadores de PCBs, de instrumentação simples e barata, almejando o uso em triagens como dispositivo point-of-care. A primeira abordagem destaca-se pelo uso de ferramentas estatísticas e quimiométricas para o desenvolvimento de método de extração por SPME e análise por GC-MS, utilizando fibras comerciais de SPME e abordagens de planejamento experimental ainda não descritas na literatura para os referidos analitos, além da validação da metodologia proposta para análises de rotina em laboratório. A segunda estratégia fornecerá informações sobre a ingesta estimada de PCBs por crianças através da correlação dos níveis de contaminação encontrados no leite e questionário sobre hábitos alimentares. A terceira abordagem traz a inovação no sistema de detecção C4D pela modificação superficial do eletrodo de trabalho com um polímero molecularmente impresso específico para os PCBs, o qual integrado a plataforma microfluídica de configuração adequada, resultará em um dispositivo portátil simples, robusto e versátil para análises em campo. (AU)