Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos benéficos do tratamento com LED vermelho em modelo experimental de injúria pulmonar aguda induzida por sepse

Resumo

A sepse é uma doença grave com alto índice de mortalidade e é responsável pelo desenvolvimento de lesões pulmonares agudas (LPA). Neste estudo, avaliamos os efeitos do tratamento de diodos emissores de luz (LED) em LPA induzida por sepse. Camundongos Balb-c foram submetidos a injeção com lipopolisacarídeos (LPS) ou soro fisiológico e depois irradiados ou não com LED vermelho em suas tráqueas e pulmões durante 150 s, 2 e 6 h após as injeções de LPS. Os parâmetros foram investigados 24 h após as injeções de LPS. O tratamento com LED reduziu o influxo de neutrófilos, diminuiu os níveis de interleucinas (IL) 1², 17A e fator de necrose tumoral-±, além de níveis aumentados de interferon gama(IFN) no fluido do lavado broncoalveolar. Além disso, o tratamento com LED melhorou os níveis de RNAm de IL-10 e IFN-gama. Também reduziu parcialmente o estímulo oxidativo elevado e aumentou a apoptose dos neutrófilos, mas não alterou a translocação do fator nuclear NF-KB, a expressão do receptor toll like 4 (TLR4), bem como a produção de edema ou muco nos tecidos pulmonares. Juntos, nossos dados mostram os efeitos benéficos de um tratamento curto com LED em LPA causado por infecções bacterianas gram negativas por prejudicar o influxo de neutrófilos, e sugerimos aplicações de LED como um tratamento adicional barato e não invasivo para sepse. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)