Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo multicêntrico da eficácia e da segurança de um modelo nacional de compressor torácico modular e ajustável para o tratamento conservador do pectus carinatum

Processo: 17/05220-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2019 - 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:José Ribas Milanez de Campos
Beneficiário:José Ribas Milanez de Campos
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Daniele Cristina Cataneo ; Federico Enrique Garcia Cipriano ; Miguel Lia Tedde ; Paulo Manuel Pêgo-Fernandes ; Ricardo Kalaf Mussi ; Tales Rubens de Nadai
Assunto(s):Cirurgia torácica  Pectus carinatum  Parede torácica 

Resumo

O pectus carinatum (PC) é uma afecção que tem prevalência de 0,67% em nosso meio e que alem dos sintomas físicos também provoca profundos efeitos psicológicos nos seus portadores. Embora a literatura médica traga evidencias que o PC possa ser tratado de forma não invasiva, em nosso meio o tratamento dessa afecção ainda é eminentemente cirúrgico. A proposta do projeto é realizar um estudo multicêntrico envolvendo os Departamentos de Cirurgia Torácica dos principais serviços universitários do Estado (Instituto do Coração (InCor) em São Paulo e os Hospitais das Clinicas da Unicamp, da USP de Ribeirão Preto e de Botucatu) no qual se ira avaliar a segurança e efetividade do tratamento do PC por meio de um compressor torácico desenvolvido em nosso meio. Serão incluídos 60 pacientes que irão fazer uso do compressor por um período de até 16 meses com reavaliação final no 18º mês. Os pacientes serão avaliados por meio de CT de tórax e documentação fotográfica, sendo que no inicio do projeto e nos meses 3, 6, 9, 12, 16 e 18 mês serão realizadas as medidas antropométricas que fazem parte da avaliação. Também serão testadas a resistência e durabilidade do compressor, além da aplicação de questionário para avaliar a aderência dos pacientes ao tratamento. Dessa forma espera-se que o projeto possa confirmar o método não invasivo como opção de primeira linha no tratamento do PC em nosso meio, evitando que pacientes tenham que se submeter à cirurgia para correção do problema, alem de contribuir para o desenvolvimento de um compressor torácico nacional que tenha custo compatível com nossa realidade econômica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.