Busca avançada
Ano de início
Entree

Mente dialógica: senso comum, educação e ética pesquisadora visitante estrangeira: Ivana Marková (University of Stirling, Reino Unido)

Processo: 17/10620-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 02 de março de 2018 - 13 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Adelina de Oliveira Novaes
Beneficiário:Adelina de Oliveira Novaes
Pesquisador visitante: Ivana Markova
Inst. do pesquisador visitante: University of Stirling, Escócia
Instituição-sede: Fundação Carlos Chagas (FCC). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Representações sociais  Trabalho docente  Formação de professores  Ética na educação  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

Ivana Marková realizou, ao longo dos anos, variadas investigações sobre problemas sociais e psicológicos das pessoas com dificuldades de aprendizagem e com paralisia cerebral, focando-se sobretudo na linguagem, na comunicação e na interdependência entre Self e Outros, em uma perspectiva dialógica. Por outro lado, seus estudos sobre as representações sociais da democracia, da confiança e da responsabilidade na Europa pós-comunista envolveram pesquisas comparativas realizadas na República Checa, Eslováquia, Hungria, França e Reino Unido. Grande parte de suas pesquisas empíricas recorreu a grupos focais e a entrevistas. Por sua vez, os estudos teóricos sobre a epistemologia da psicologia social se preocuparam com críticas baseadas em pressupostos estáticos e mecanicistas da linguagem e do conhecimento, resultando no desenvolvimento de sua alternativa dialógica. Em consonância com sua trajetória investigativa, sua pesquisa atual continua a investir esforços no desenvolvimento da dialogicidade como epistemologia do senso comum e das práticas profissionais. Tal trabalho teórico ampara-se em pressupostos relativos à interdependência ética entre o Self e Outros, especificamente ao recorrer aos conceitos imaginação, confiança e responsabilidade, na sua associação com práticas profissionais dialógicas. Tendo em vista o extenso cabedal de estudos desenvolvidos por Ivana Marková, as atividades foram planejadas em torno de quatro eixos, a saber: ensino, orientação, pesquisa, e difusão. Do cronograma disposto no documento anexado a esta proposta, constam ainda atividades de ordem técnica, no que concerne à reunião com os 44 grupos de pesquisa congregados pelo Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade - Educação (CIERS-ed) e a elaboração do relatório a ser enviado à FAPESP. (AU)