Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de probióticos no desenvolvimento de lesão periapical induzida em ratos

Processo: 17/08312-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:João Eduardo Gomes Filho
Beneficiário:João Eduardo Gomes Filho
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristiane Duque ; Edilson Ervolino
Assunto(s):Lesões periapicais  Probióticos 

Resumo

Probióticos são bactérias viáveis com benefícios comprovados para saúde geral. Durante a última década, o uso dos probióticos também está voltado para a saúde bucal. Estudos relatam os benéficos dessas bactérias no controle de doenças periodontais e cáries. Contudo, não há estudos que relacionem probióticos com endodontia e mais especificamente, a ação sistêmica do probiótico na lesão periapical. O objetivo deste estudo será analisar e comparar o desenvolvimento de lesão periapical em ratos com dieta normal ou dieta suplementada com probióticos. Para tanto, 24 ratos albinos Wistar, todos recebendo a indução da lesão periapical, serão alocados em 3 grupos da seguinte forma: G1 (n=8) dieta normal; G2 (n=8)dieta sistêmica com probiótico (Lactobacillus rhamnosus); G3 (n=8) dieta sistêmica com probiótico (Bifidobacterium longum). Durante todo o período experimental, os animais e a ração consumida serão pesados diariamente. Após 30 dias da indução da lesão e administração das dietas, serão realizadas coleta de saliva, de conteúdo do canal radicular e sanguínea para em seguida realizar a eutanásia dos animais visando analisar e comparar microtomgraficamente e histometricamente a lesão periapical; analisar e comparar os tecidos da região periapical de dentes de ratos utilizando a expressão das proteínas TRAP, OPG e RANKL como indicadores celulares de predisposição à reabsorção; analisar e comparar os tecidos da região periapical de dentes de ratos utilizando a expressão das citocinas e IL-1B e IL-10 como indicadores de inflamação local; analisar e comparar a expressão das citocinas IL-1B e IL-10 como indicadores de inflamação sistêmica; analisar e comparar as concentrações de neutrófilos, eosinófilos, linfócitos e monócitos entre os grupos experimentais através de análise hematológica; analisar e comparar as concentrações dos marcadores de atividade celular do metabolismo ósseo: cálcio, fósforo e fosfatase alcalina; e analisar a microbiota da saliva e dos canais radiculares. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSME-SILVA, L.; DAL-FABBRO, R.; CINTRA, L. T. A.; DOS SANTOS, V. R.; DUQUE, C.; ERVOLINO, E.; MOGAMI BOMFIM, S.; GOMES-FILHO, J. E. Systemic administration of probiotics reduces the severity of apical periodontitis. International Endodontic Journal, v. 52, n. 12 AUG 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.