Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapas de fenótipo de produção de cafezal

Resumo

A automatização de processos agrícolas visa aumentar eficiência e precisão da produção com o menor custo. O monitoramento de uma plantação permite o planejamento fitossanitário e a previsão de safra de uma propriedade. Há também, um impacto na qualidade da colheita e consequentemente no retorno monetário ao agricultor. Em plantações de café o planejamento fitossanitário e previsão de safra dependem do monitoramento de pragas, doenças e do índice fenológico de produção do cafeeiro. Na previsão de safra o nível de maturidade dos frutos no cafezal indica o melhor momento para colheita, tendo impacto direto na qualidade, sabor, aroma e preço do café frente ao mercado mundial. Técnicas tradicionais de monitoramento para estimar a próxima safra constituem processos manuais, susceptíveis a distrações e inferências subjetivas. Mesmo com técnicas que consigam estimar o atual estado da planta de café, continua sendo uma tarefa laboriosa, imprecisa e lenta devido às medições feitas por operários humanos. Este processo é inviável para o monitoramento permanente de plantações extensas. Visando atender a necessidade de conhecer a qualidade e quantidade da safra pré-colheita, é proposta uma solução composta por mapeamento automático da plantação, processamento de imagens, algoritmos de classificação e reconhecimento de padrões. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)