Busca avançada
Ano de início
Entree

Envolvimento de neurotransmissões angiotensinérgicas do núcleo medial da amígdala no controle das respostas cardiovasculares e ansiogênica ao estresse em ratos

Processo: 17/19249-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Carlos Cesar Crestani
Beneficiário:Carlos Cesar Crestani
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse  Neurofarmacologia 

Resumo

Estudos clínicos e pré-clínicos tem fornecido evidências que correlacionam o estresse com a patogênese de diversas complicações cardiovasculares e transtornos psiquiátricos. Apesar da relevância desses achados, os mecanismos neurobiológicos relacionados com as alterações cardiovasculares e comportamentais induzidas pelo estresse ainda são pouco compreendidos. Nesse sentido, o complexo amigdaloide é uma importante estrutura límbica envolvida nas respostas fisiológicas e comportamentais ao estresse. Um dos subnúcleos do complexo amigdaloide ativado durante o estresse é o núcleo medial (AMe). Foi demonstrado o envolvimento do AMe nas respostas cardiovasculares e no efeito ansiongênico ao estresse, porém os mecanismos neuroquímicos locais envolvidos no controle dessas respostas ainda são pouco compreendidos. A angiotensina II, atuando no receptor AT1, foi demonstrado ser um importante mecanismo de sinalização no sistema nervoso central envolvido na etiologia das alterações comportamentais e nos ajustes fisiológicos observados durante a exposição a situações aversivas. Dados também evidenciaram que a exposição ao estresse altera a formação de angiotensina II e a expressão do receptor AT1 no sistema nervoso central. Por outro lado, dados recentes demonstraram que a sinalização angiotensina 1-7/receptor Mas é um mecanismo contra-regulatório do sistema renina-angiotensina (SRA) para os efeitos pró-estresse da angiotensina II/receptor AT1. De fato, foi demonstrado que a administração intracerebroventricular de angiotensina 1-7 reduz as respostas fisiológicas ao estresse. Apesar dessas evidências, os sítios específicos no encéfalo onde a angiotensina II e a angiotensina 1-7 agem para controlar as respostas ao estresse não são completamente conhecidos. Terminais angiotensinérgicos e componentes do SRA (por exemplo, angiotensinogênio, e receptores da angiotensina II e da angiotensina 1-7) foram identificados no núcleo medial da amígdala (AMe). Entretanto, um possível envolvimento do SRA no AMe nas respostas cardiovasculares e ansiogênica induzidas pelo estresse nunca foi investigado. Desse modo, nossa proposta no presente estudo é: 1) investigar o envolvimento das sinalizações angiotensina II/receptor AT1 e angiotensina 1-7/receptor Mas no AMe nas respostas cardiovasculares e ansiogênica induzidas durante uma sessão aguda de estresse de restrição em ratos; 2) avaliar o efeito da exposição repetida prévia ao estresse de restrição no controle das respostas cardiovasculares e ansiogênica a esse estressor pelas sinalizações angiotensina II/receptor AT1 e angiotensina 1-7/receptor Mas no AMe em ratos; 3) investigar o envolvimento das sinalizações angiotensina II/receptor AT1 e angiotensina 1-7/receptor Mas no AMe nas alterações nos parâmetros cardiovasculares basais e na atividade do barorreflexo induzidas pela exposição repetida ao estresse de restrição em ratos; e 4) avaliar o efeito da exposição repetida ao estresse de restrição sobre os níveis proteicos dos receptores AT1 e Mas no AMe de ratos. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSTA-FERREIRA, WILLIAN; GOMES-DE-SOUZA, LUCAS; CRESTANI, CARLOS C. AT(2) and MAS (but not AT(1)) angiotensinergic receptors in the medial amygdaloid nucleus modulate the baroreflex activity in rats. PFLUGERS ARCHIV-EUROPEAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY, v. 471, n. 9, p. 1173-1182, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
COSTA-FERREIRA, MILIAN; MORAIS-SILVA, GESSYNGER; GOMES-DE-SOUZA, LUCAS; MARIN, MARCELO T.; CRESTANI, CARLOS C. The AT1 Receptor Antagonist Losartan Does Not Affect Depressive-Like State and Memory Impairment Evoked by Chronic Stressors in Rats. FRONTIERS IN PHARMACOLOGY, v. 10, JUN 21 2019. Citações Web of Science: 0.
ALMEIDA, JEFERSON; OLIVEIRA, LEANDRO A.; BENINI, RICARDO; CRESTANI, CARLOS C. Differential roles of hippocampal nNOS and iNOS in the control of baroreflex function in conscious rats. Brain Research, v. 1710, p. 109-116, MAY 1 2019. Citações Web of Science: 0.
GOMES-DE-SOUZA, LUCAS; BENINI, RICARDO; COSTA-FERREIRA, WILLIAN; CRESTANI, CARLOS C. GAB(A) but not GABA(B) receptors in the lateral hypothalamus modulate the tachycardic response to emotional stress in rats. European Neuropsychopharmacology, v. 29, n. 5, p. 672-680, MAY 2019. Citações Web of Science: 0.
BENINI, RICARDO; OLIVEIRA, LEANDRO A.; GOMES-DE-SOUZA, LUCAS; CRESTANI, CARLOS C. Habituation of the cardiovascular responses to restraint stress in male rats: influence of length, frequency and number of aversive sessions. STRESS-THE INTERNATIONAL JOURNAL ON THE BIOLOGY OF STRESS, v. 22, n. 1, p. 151-161, JAN 2 2019. Citações Web of Science: 1.
VIEIRA, JONAS O.; DUARTE, JOSIANE O.; COSTA-FERREIRA, WILLIAN; CRESTANI, CARLOS C. Influence of pre-existing hypertension on neuroendocrine and cardiovascular changes evoked by chronic stress in female rats. PSYCHONEUROENDOCRINOLOGY, v. 97, p. 111-119, NOV 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.