Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos mecanismos de interação biosfera-atmosfera no Brasil

Processo: 17/21164-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Yosio Edemir Shimabukuro
Beneficiário:Yosio Edemir Shimabukuro
Pesquisador visitante: Nathaniel Brunsell
Inst. do pesquisador visitante: University of Kansas, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto  Interação biosfera-atmosfera  Mudança climática  Amazônia  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

A pesquisa proposta abordará o papel do acoplamento entre a superfície terrestre e a camada limite atmosférica na região Amazônica brasileira. Uma melhor compreensão da dinâmica do acoplamento biosfera-atmosfera é essencial para avaliar a estabilidade dos regimes hidrológicos, como a seca. A Amazônia brasileira caracteriza-se por uma região com fortes mecanismos de retro-alimentação entre umidade do solo e precipitação, onde os regimes seco e úmido podem atuar como atratores não-lineares. Utilizando uma nova abordagem de sistemas dinâmicos não-lineares baseados em expoentes de Lyapunov, o objetivo desde projeto é estudar a força do acoplamento entre a solo-vegetação-atmosfera na região. Nossa técnica permitirá quantificar quais variáveis e parâmetros estão mais intimamente conectados à estabilidade dos atratores através de uma análise do impacto da incerteza nestes campos. Usaremos o modelo de superfície terrestre NOAH-MP e torres fluxos do programa LBA na Amazônia para verificação da precisão e sensibilidade do modelo. Vamos combinar o modelo com dados de umidade de micro-ondas no solo do SMAP e perfis atmosféricos de umidade e temperatura do sensor MODIS (MOD07_L2 e MYD07_L2), em conjunto com dados de satélite auxiliares, como a temperatura da superfície terrestre, condição da vegetação, e mudança da cobertura da terra. Além disso, realizaremos cenários de mudanças climáticas para avaliar como o acoplamento e a persistência da seca provavelmente mudarão em condições climáticas futuras. Este projeto fornecerá informações essenciais sobre o uso de fontes de dados por satélite para determinar a evapotranspiração e o ciclo de carbono em áreas de floresta tropical, mais especificamente a Amazônia. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.