Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução e conservação sistemáticas de mamíferos no Leste brasileiro

Processo: 98/05075-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de março de 1999 - 30 de junho de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Mario de Vivo
Beneficiário:Mario de Vivo
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Valdir Antonio Taddei
Bolsa(s) vinculada(s):01/08602-2 - Padrões faunísticos na Floresta Atlântica: os pequenos mamíferos (Didelphimorphia, Rodentia, Chiroptera), BP.DR
00/08261-8 - Sistemática de cuicas dos gêneros Marmosa e Marmosops (Didelphimorphia, Didelphidade), BP.DR
00/07808-3 - Os marsupiais (Didelphimorphia) do estado de São Paulo: distribuição e morfologia, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 00/06642-4 - Pequenos mamíferos terrestres do bioma Cerrado: padrões faunísticos locais e regionais, BP.DR
99/09473-0 - Determinação do sexo de indivíduos no monitoramento e estudo da dinâmica de uma população de mamíferos silvestres através da dosagem de metabólitos de hormônios esteroides nas fezes, BP.PD
99/02403-6 - Sistemática, filogeografia e evolução dos quirópteros do leste brasileiro, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Fauna  Brasil  Evolução  Sistemática  Ecologia  Conservação  Mamíferos  Evolução animal  Monitoramento ambiental  Conservação biológica 

Resumo

O leste do Brasil possui uma das mais ricas faunas endêmicas de mamíferos da América do Sul. É também a região mais desenvolvida economicamente do país, com graves conseqüências para os ecossistemas naturais. Qualquer estudo da diversidade mastofaunística dessa região deve contemplar pesquisa sistemática e evolutiva, bem como aquela devotada à conservação. A necessidade de estudos sistemáticos e evolutivos é explicada pelas extensas falhas em nosso conhecimento dos táxons de mamíferos da região, suas distribuições geográficas e suas histórias evolutivas, particularmente com relação à evolução dos ecossistemas que habitam. Acreditamos que a maior parte do conhecimento produzido pelos estudos sistemáticos tem um impacto nas decisões tomadas para preservar a fauna de mamíferos e seus ecossistemas, começando de uma simples listagem e quantificação precisas da diversidade a ser preservada, além da definição de áreas geográficas onde frações significativas dessa diversidade estão abrigadas. Além disso, o Brasil não possui um programa continuado de monitoramento populacional de espécies importantes de mamíferos. Isto resulta no fato de que Parques Nacionais e Reservas Biológicas são criados no país sem que existam quaisquer meios para que as instituições federais e estaduais responsáveis possam avaliar a efetividade das reservas na preservação da fauna de mamíferos em particular e das biotas em geral. Assim, este projeto tem duas metas principais: a) reconhecer, descrever e mapear táxons de mamíferos da região abrangida pelo projeto, assim como propor hipóteses sobre a evolução das faunas de mamíferos do leste do Brasil; e b) elaborar um protocolo de baixo custo para o monitoramento de espécies-chave selecionadas de mamíferos por longos períodos de tempo, para ser aplicado pelas instituições responsáveis pelas reservas em todo o país. A parte sistemática deste projeto será abordada através da coleta de espécimes e seu estudo sob métodos anatômicos, citogenéticos e moleculares, com ampla consulta às coleções já existentes. A parte deste projeto relativa ao monitoramento populacional será desenvolvida em uma única área de estudo, visando espécies-alvo selecionadas, e utilizando diversos métodos (captura-marcação-recaptura, mapeamento de pegadas e fezes, determinação de níveis de hormônios reprodutivos das fezes). Além da publicação de artigos relativos a todas as descobertas particulares que vierem a ser efetuadas durante o desenvolvimento do projeto, pretendemos publicar uma obra sintética final, com o mesmo título deste projeto, que incluirá sinopses sistemáticas abrangentes e o protocolo de monitoramento populacional. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Os mamíferos da discórdia 

Publicações científicas (13)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHIQUITO, ELISANDRA DE ALMEIDA; D'ELIA, GUILLERMO; PERCEQUILLO, ALEXANDRE REIS. Taxonomic review of genus Sooretamys Weksler, Percequillo & Voss (Rodentia: Cricetidae: Sigmodontinae): an integrative approach. Zoological Journal of the Linnean Society, v. 171, n. 4, p. 842-877, AUG 2014. Citações Web of Science: 6.
ANA PAULA CARMIGNOTTO; CAROLINE COTRIM AIRES. Mamíferos não voadores (Mammalia) da Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins. Biota Neotropica, v. 11, n. 1, p. 313-328, Mar. 2011.
RENATO GREGORIN; EDMARA GONÇALVES; CAROLINE COTRIM AIRES; ANA PAULA CARMIGNOTTO. Morcegos (Mammalia: Chiroptera) da Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins: composição específica e considerações taxonômicas. Biota Neotropica, v. 11, n. 1, p. 299-311, Mar. 2011.
MARIO DE VIVO; ANA PAULA CARMIGNOTTO; RENATO GREGORIN; ERIKA HINGST-ZAHER; GILSON EVARISTO IACK-XIMENES; MICHEL MIRETZKI; ALEXANDRE REIS PERCEQUILLO; MARIO MANOEL ROLLO JUNIOR; ROGÉRIO VIEIRA ROSSI; VALDIR ANTONIO TADDEI. Checklist dos mamíferos do Estado de São Paulo, Brasil. Biota Neotropica, v. 11, p. 111-131, Dez. 2011.
TADDEI, V. A.; LIM, B. K. A new species of Chiroderma (Chiroptera, Phyllostomidae) from Northeastern Brazil. Brazilian Journal of Biology, v. 70, n. 2, p. 381-386, MAY 2010. Citações Web of Science: 14.
PERCEQUILLO, ALEXANDRE R.; HINGST-ZAHER, ERIKA; BONVICINO, CIBELE R. Systematic review of genus Cerradomys Weksler, percequillo and Voss, 2006 (Rodentia : Cricetidae : Sigmodontinae : Oryzomyini), with description of two new species from eastern Brazil. American Museum Novitates, n. 3622, p. 1-46, AUG 28 2008. Citações Web of Science: 38.
STEINER-SOUZA‚ F.; CORDEIRO-ESTRELA‚ P.; PERCEQUILLO‚ AR; TESTONI‚ AF; ALTHOFF‚ SL. New records of Rhagomys rufescens (Rodentia‚ Sigmodontinae) in the Atlantic forest of Brazil. Zootaxa, v. 1824, p. 28-34, 2008.
SILVA, MARIA JOSÉ DE J.; PATTON, JAMES L.; YONENAGA-YASSUDA, YATIYO. Phylogenetic relationships and karyotype evolution in the sigmodontine rodent Akodon (2n = 10 and 2n = 16) from Brazil. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 29, n. 3, p. 469-474, 2006.
VIVO, M. DE; CARMIGNOTTO, A. P. Holocene vegetation change and the mammal faunas of South America and Africa. Journal of Biogeography, v. 31, n. 6, p. 943-957, jun. 2004.
SILVA, M. J. J.; YONENAGA-YASSUDA, Y. B chromosomes in Brazilian rodents. Cytogenetic and Genome Research, v. 106, n. 2/4, p. 257-263, 2004.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.