Busca avançada
Ano de início
Entree

Cultura midiática e práticas parentais frente às primeiras experiências de crianças negras com o racismo

Processo: 17/18038-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Relações Públicas e Propaganda
Pesquisador responsável:Leandro Leonardo Batista
Beneficiário:Leandro Leonardo Batista
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Racismo 

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivos principais propor uma teoria substantiva que edifique uma compreensão sobre o papel das narrativas midiáticas e os padrões interativos desta nas práticas e processos parentais diante das primeiras experiências de crianças negras brasileiras, em idade escolar básica, com oracismo, compreender como as narrativas midiáticas com expressões contraintuitivas, em relação aos estereótipos, repercutem ou não nas relações e experiências de famílias negras brasileiras e aprofundar os significados sobre asdinâmicas e processos sociais ou psicossociais fundamentais que são operados para proteger a saúde psíquica de crianças negras frente às expressões do racismo no Brasil. O referencial teórico para orientar as reflexões do conhecimento elaborado atende a interligação teórica das perspectivas do Interacionismo Simbólico, dos Estudos da Midiatização e da Parentalidade. A Grounded Theory Construtivista é a abordagem metodológica adotada. A construção dos resultados desta pesquisa possibilitou a articulação do modelo teórico representativo MIDIATIZAÇÃO NAS PRÁTICAS PARENTAIS FRENTE ÀS PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS DE CRIANÇAS NEGRAS COM O RACISMO. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.