Busca avançada
Ano de início
Entree

Balanço de nitrogênio (N) em cana-de-açúcar relacionado a formas de aplicação do N-fertilizante e perdas por emissões de N2O, lixiviação e escoamento superficial

Processo: 17/13619-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Sérgio Gustavo Quassi de Castro
Beneficiário:Sérgio Gustavo Quassi de Castro
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Henrique Coutinho Junqueira Franco ; João Luís Nunes Carvalho ; Oriel Tiago Kolln
Assunto(s):Adubação  Saccharum  Nitrogênio  Cana-de-açúcar  Impactos ambientais  Fertilização  Lixiviação 

Resumo

A baixa eficiência de uso do nitrogênio (N) é um problema global que ameaça a sustentabilidade da produção de cana-de-açúcar, devido aos impactos ambientais decorrentes das emissões de N2O oriundo das fertilizações, cujo o potencial de aquecimento global é fortemente superior quando comparados a outros gases de efeito estufa (CH4, CO2). O aumento na eficiência de uso do N (EUN) associado as práticas de manejo das fertilizações representa uma alternativa viável de adoção para a mitigação dos impactos ambientais decorrentes das perdas de N no sistema solo-planta-atmosfera. Considerando que o aproveitamento do N proveniente de fertilizantes nitrogenados pela cultura de cana-de-açúcar é invariavelmente menor que 50%; que as perdas de N via escoamento superficial são desconhecidas em canaviais ao redor do mundo; que as emissões de N2O podem ser mitigadas pela aplicação incorporada de N-fertilizante, mas que por outro lado pode aumentar as perdas de N-fertilizante via lixiviação. Assim, esse projeto tem por objetivo quantificar as perdas de N via escoamento superficial (runnoff), lixiviação e emissões de N2O e a EUN pela cana-de-açúcar quando adubada com fertilizante nitrogenado aplicado superficialmente ou incorporado ao solo. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados com três tratamentos, a saber: 1- aplicação superficial do fertilizante acima da camada de palha na linha de cana-de-açúcar; 2- aplicação incorporada a 8 cm em ambos os lados da linha de cana-de-açúcar; 3- tratamento controle - sem aplicação de N. Foram avaliados ao longo do ciclo agrícola da cultura as emissões de N2O, lixiviação do nitrato, perdas de N por runnoff e aproveitamento do N (EUN) pela cana-de-açúcar de acordo com os métodos de aplicação do N-fertilizante. Como principais contribuições esse projeto visa avaliar se os métodos de aplicação do N-fertilizante interferem nas perdas de N no sistema solo-planta-atmosfera, com o objetivo de eleger a melhor forma de aplicar o N-fertilizante para mitigar essas perdas e aumentar a EUN pela cultura. (AU)