Busca avançada
Ano de início
Entree

Pontos de quebras de DNA e rearranjos cromossômicos em peixes da família Loricariidae (Teleostei, Siluriformes): uma abordagem citogenética e molecular

Processo: 17/24695-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Orlando Moreira Filho
Beneficiário:Orlando Moreira Filho
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Luiz Antonio Carlos Bertollo ; Marcelo de Bello Cioffi ; Marcelo Ricardo Vicari ; Viviane Nogaroto Vicari
Assunto(s):Cromossomos sexuais  Peixes  Citogenética molecular  Evolução cariotípica 

Resumo

Os peixes da família Loricariidae (Teleostei, Siluriformes) apresentam uma ampla variação morfológica, assim como uma ampla diversidade cromossômica numérica (2n) e estrutural decorrentes de rearranjos cromossômicos ocorridos ao longo da história evolutiva das espécies. A ocorrência de rearranjos cromossômicos está intimamente associada a quebras do DNA em sítios ricos em sequências repetitivas. Telômeros são sequências de DNA repetitivo in tandem, localizadas na região terminal dos cromossomos, que tem como função manter a sua estabilidade e integridade. Tais sequências podem eventualmente ser encontradas em outras regiões do cromossomo, os chamados sítios teloméricos intersticiais (ITS). É proposto que os ITS surgiram como resultado de rearranjos cromossômicos na evolução dos genomas e que sua ocorrência pode causar instabilidade cromossômica. Adicionalmente, há também indícios da participação dos DNAs ribossomais em parte das quebras e reorganizações cromossômicas. O re-uso da mesma sequência de DNA na origem dos rearranjos cromossômicos em genomas de linhagens próximas é a característica chave do modelo evolutivo dos pontos de quebras da dupla fita. Essa predisposição à instabilidade e quebras de certas regiões genômicas é descrita como "ponto de quebras evolutivas", os quais são considerados hotspots para rearranjos cromossômicos. Entretanto, o estudo de caracterização de famílias de DNAs repetitivos em peixes Neotropicais, correlacionando estes DNAs repetitivos aos eventos de rearranjos cromossômicos, ainda são bastante escassos. Assim, este trabalho tem como objetivo a caracterização de DNAs repetitivos em peixes da família Loricariidae, com enfoque em pontos de quebras cromossômicas responsáveis pela sua diversidade cariotípica, visando o entendimento da evolução genômica desse especioso grupo da ictiofauna Neotropical. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GLUGOSKI, LARISSA; GIULIANO-CAETANO, LUCIA; MOREIRA-FILHO, ORLANDO; VICARI, MARCELO R.; NOGAROTO, VIVIANE. Co-located hAT transposable element and 5S rDNA in an interstitial telomeric sequence suggest the formation of Robertsonian fusion in armored catfish. Gene, v. 650, p. 49-54, APR 15 2018. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.