Busca avançada
Ano de início
Entree

Remédios para a justiça: um estudo sobre os recursos judiciais nos Tribunais da Relação, entre o Império português e o do Brasil (c. 1750-c.1840)

Resumo

Este projeto tem por objetivo estudar os recursos judiciais ordinários na América portuguesa e primeiras décadas do Império do Brasil no espaço dos Tribunais da Relação, visando uma reflexão ampla acerca da cultura e tradição jurídicas portuguesas no espaço colonial, caracterizado por uma sociedade multiétnica com ritmos e demandas específicos. A ideia é mapear as concepções vigentes acerca dos recursos e o modo de funcionamento dos mesmos, além de quantificar sua ocorrência e as tipologias mais utilizadas, bem como os pleiteantes e suas localidades. A periodização remonta ao período reformista seguindo até as primeiras décadas após a Independência, quando se pretendeu uma nova normalização sobre os recursos com a Reforma do Código do Processo Criminal; arco temporal em que funcionaram quatro Tribunais no Brasil: na Bahia, no Rio de Janeiro, no Maranhão e em Pernambuco. O projeto parte da concepção de que a cultura jurídica deve ser pensada integradamente como espaço normatizado dos recursos vis-à-vis à dinâmica social que não pode ser reduzida apenas às partes e suas disputas, mas envolvendo toda a estrutura existente para justiça. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
La justicia de la independencia tuvo rupturas, pero también continuidad 
Justiça da Independência teve rupturas, mas também continuidade 
Justiça da Independência teve rupturas, mas também continuidade 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)