Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de válvula de controle de fluxo para propulsor bipropelente com empuxo de 400n

Processo: 16/50144-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Propulsão Aeroespacial
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:Leonardo Lara Tajiri
Beneficiário:Leonardo Lara Tajiri
Empresa:Fibraforte Engenharia Indústria e Comércio Ltda
Município: São José dos Campos
Assunto(s):Propulsão  Nitrogênio  Propelentes  Hidrazinas 

Resumo

Esse projeto se propõe a desenvolver uma válvula com acionamento eletromagnético para ser usada no controle de injeção da mistura propelente + oxidante usada em sistemas de propulsão espacial. Os principais desafios relacionados a essa pesquisa estão relacionados à compatibilidade dos materiais usados na fabricação com os fluidos de propulsão. Também devem ser avaliadas a estabilidade térmica e mecânica do modelo, a estanqueidade e os tempos de abertura e fechamento da válvula. Por se tratar de um produto de uso espacial, frequentemente envolvendo sistemas de elevado custo e que exigem alto grau de confiabilidade, uma extensa campanha de teste será desenvolvida. A FIBRAFORTE já possui experiência no desenvolvimento, integração e ensaio de subsistemas para aplicação espacial. Merece destaque nesse portfólio o desenvolvimento, fabricação e integração do subsistema de propulsão da plataforma PMM, que equipa os satélites Amazônia - 1 e Lattes. Grande parte da experiência adquirida com esses programas serão adaptadas para o novo projeto, o que pode resultar em economia de tempo e recursos. O trabalho se iniciará com uma revisão bibliográfica e com a consulta da documentação do projeto do subsistema de propulsão da PMM. Essa primeira etapa visa contextualizar o que já foi desenvolvido anteriormente com o atual estado da arte. A partir desse estudo, será projetado, fabricado e testado um modelo de desenvolvimento das válvulas. Esse modelo apresenta os principais conceitos a serem utilizados no projeto. Com base nos resultados dos ensaios realizados, serão propostas melhorias no projeto, resultando em um modelo de engenharia totalmente funcional. Futuramente, esse modelo pode ser submetido a uma campanha de testes visando sua qualificação para utilização em modelos de voo de satélites. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: