Busca avançada
Ano de início
Entree

Habitabilidade microbiana dè Europa sustentada pôr fontes radioativas

Processo: 17/26656-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2018 - 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Fabio Rodrigues
Beneficiário:Fabio Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Radiação  Júpiter  Europa 

Resumo

Existe um interesse crescente pelas luas geladas do Sistema Solar devido à sua potencial habitabilidade e como metas para futuras missões exploratórias, que incluem objetivos astrobiológicos. Vários estudos relataram novos resultados descrevendo detalhes de suas configurações geológicas, no entanto, ainda há uma falta de informação do ambiente subterrâneo profundo das luas. O objetivo deste artigo é avaliar a habitabilidade microbiana de Europa restringida por ambientes analógicos terrestres e sustentada por energia radioativa fornecida por isótopos instáveis naturais. Os cenários geológicos são baseados em ambientes profundos conhecidos na Terra e o ecossistema bacteriano é baseado em um ecossistema bacteriano que reduz a sulfato, encontrado 2,8 km abaixo da superfície em uma bacia da África do Sul. Os resultados mostram a possibilidade de manutenção do ecossistema modelado nos cenários propostos, fornecendo orientações para futuros modelos e missões de exploração para uma avaliação mais completa da habitabilidade de Europa e das luas geladas em geral. (AU)