Busca avançada
Ano de início
Entree

Paisagens marinhas, diversidade genética e estrutura populacional global do tubarão-martelo Sphyrna zygaena

Processo: 17/17605-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2018 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Fernando Fernandes Mendonça
Beneficiário:Fernando Fernandes Mendonça
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Pesq. associados:Diogo Teruo Hashimoto
Assunto(s):Tubarões  Tubarão-martelo  Biogeografia  Genética da paisagem  Genética populacional  Sequenciamento paralelo em massa  Polimorfismo de um único nucleotídeo  DNA mitocondrial 

Resumo

A exploração crescente de tubarões nas últimas décadas tem se tornado um assunto de preocupação internacional com estimativas de declínios populacionais superando os 90% em diversas espécies. Dentre estes, o tubarão-martelo Sphyrna zygaena é encontrado em todo o mundo, em mares temperados e tropicais, sendo um dos maiores e mais amplamente distribuídos tubarões do gênero. No entanto, atualmente poucos dados sobre suas tendências populacionais estão disponíveis, apesar das prioridades estabelecidas pela Convenção das Nações Unidas sobre os Diretos do Mar, do qual o Brasil faz parte, para as espécies de distribuição global e que apresentam grande atividade migradora. Neste sentido, a aplicação do estado da arte em genômica, associada aos padrões e características ambientais, podem contribuir na elucidação de diversos aspectos fundamentais para o conhecimento biológico, história evolutiva, distribuição e adaptações locais de uma espécie. Assim, apresentamos uma proposta de estudo integrativo das paisagens marinhas dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico, genotipagem de SNPs e sequências do DNA mitocondrial do tubarão-martelo S. zygaena para a caracterização da diversidade genética, padrões de fluxo gênio, estrutura populacional e filogeografia em um contexto espacial global. Os resultados pretendidos cobrirão importantes lacunas de conhecimento a cerca desta especie e fornecerão subsídeos a planos internacionais de manejo e conservação. (AU)