Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial de aplicação de células dendríticas aDC1 para imunoterapia anti-HIV

Processo: 17/22131-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2018 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Telma Miyuki Oshiro Sumida
Beneficiário:Telma Miyuki Oshiro Sumida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Alberto José da Silva Duarte ; Bruna Cunha Gondim de Alencar ; Robbie B. Mailliard
Assunto(s):Imunoterapia  HIV 

Resumo

A imunoterapia baseada em células dendríticas derivadas de monócitos (DCs) constitui uma estratégia promissora para o tratamento de indivíduos infectados pelo HIV. Protocolos para obtenção de DCs convencionais, aqui denominadas IL4-DCs utilizam como mediadores da diferenciação celular as citocinas IL-4 e GM-CSF que originam DCs imaturas com características mielóides. O estímulo com citocinas pro-inflamatórias TNF-alfa, IL-1 beta e IL-6 ativa as DCs tornando-as aptas a apresentar antígenos e iniciar uma resposta imune específica. Mais recentemente alguns autores têm proposto a utilização de IFN tipos I e II, além de agonistas de TLR para suplementar o estímulo para ativação de DCs. As DCs assim estimuladas são denominadas aDC1 e apresentam uma exuberante capacidade de produzir níveis elevados de IL-12 p70 levando a uma potente resposta Th1. O potencial terapêutico de aDC1 foi demonstrado inicialmente em protocolos de imunoterapia para pacientes de tumores e mais recentemente foi desenvolvido protocolo para indivíduos infectados pelo HIV, utilizando células autólogas apoptóticas como fonte de antígenos de HIV, no qual foi demonstrada proteção apenas parcial. Há alguns anos nosso grupo de pesquisa está envolvido com protocolo clínico de imunoterapia baseada em IL4-DCs pulsadas com vírus quimicamente inativado. Neste contexto, com o objetivo de aperfeiçoar a imunoterapia, nossa proposta é avaliar in vitro aDC1 pulsadas com HIV quimicamente inativado quanto à capacidade em estimular uma resposta imune específica, para potencial aplicação em protocolo de imunoterapia anti-HIV. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REIS, EDIONE C.; DA SILVA, LAIS T.; DA SILVA, WANESSA C.; RIOS, ALEXANDRE; DUARTE, ALBERTO J.; OSHIRO, TELMA M.; CROVELLA, SERGIO; PONTILLO, ALESSANDRA. Host genetics contributes to the effectiveness of dendritic cell-based HIV immunotherapy. HUMAN VACCINES & IMMUNOTHERAPEUTICS, v. 14, n. 8, p. 1995-2002, 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.