Busca avançada
Ano de início
Entree

Triatoma vitticeps (Stal, 1859) (Hemiptera Triatominae): um vetor da Doença de Chagas ou um complexo de vetores?

Processo: 18/04719-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2018 - 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Kaio Cesar Chaboli Alevi
Beneficiário:Kaio Cesar Chaboli Alevi
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Heterocromatina  Triatominae  Cariótipo  Genes mitocondriais  Distância genética 

Resumo

Triatoma vitticeps é um vetor de doença de Chagas que foi encontrado infectado com o Trypanosoma cruzi em domicílios. Como esta espécie é endêmica do Brasil (Estados daBahia, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro) e não foi realizado nenhum estudo comparando os espécimes dos diferentes Estados brasileiros, analisamos a distância genética (genes mitocondriais 16S, Cyt b e COI) e as características cromossômicas para T. vitticeps de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Todos os exemplares apresentaram as mesmas características citogenéticas. Por outro lado, os diferentes genes mitocondriais demonstraram alta variação intraespecífica entre as distâncias genéticas de T. vitticeps dos diferentes Estados, variando de 2,3% a 7,2%. Com base nisso, nossos resultados sugerem que, possivelmente, o que é caracterizado como T. vitticeps é um complexo de espécies (ou subespécies) crípticas. (AU)