Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos metabolômicos de pacientes com depressão tratados com ayahuasca

Processo: 18/01525-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2018 - 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Alessandra Sussulini
Beneficiário:Alessandra Sussulini
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Draulio Barros de Araujo ; Luís Fernando Farah de Tófoli ; Nicole Leite Galvão Coelho
Assunto(s):Ayahuasca  Cromatografia líquida  Espectrometria de massas  Metabolômica  Depressão  Biomarcadores 

Resumo

As doenças neuropsiquiátricas, incluindo a depressão, são extremamente complexas, tanto em termos clínicos quanto bioquímicos, e apresentam uma etiologia multifatorial. Além disso, existem duas questões críticas relacionadas a estas doenças, a primeira referente ao diagnóstico, que é realizado apenas com base em observações clínicas, e a segunda com relação ao tratamento, que é ajustado empiricamente para cada paciente, de acordo com suas respostas clínicas. Assim sendo, torna-se importante compreender os mecanismos moleculares envolvidos na fisiopatologia destas doenças, bem como no mecanismo de ação e eficácia dos tratamentos utilizados. Neste contexto, a estratégia metabolômica pode fornecer informações relevantes no sentido de apontar as alterações causadas pelas doenças psiquiátricas e/ou seus tratamentos nos perfis de metabólitos dos pacientes, indicando potenciais biomarcadores que podem vir a auxiliar tanto no diagnóstico quanto na avaliação do tratamento, dentro da perspectiva da medicina personalizada. A ayahuasca, que consiste em uma bebida proveniente da decocção de duas espécies de plantas amazônicas e usada em rituais religiosos de origem indígena, vem sendo muito recentemente explorada em Neurociências, devido ao seu potencial como tratamento alternativo da depressão. Deste modo, no presente projeto, é proposta uma avaliação sistemática de metabólitos contidos em amostras de soro sanguíneo, provenientes de pacientes com depressão resistente ao tratamento, tratados com ayahuasca ou placebo, com o objetivo de identificar potenciais biomarcadores relacionados a esta doença e/ou ao seu tratamento com ayahuasca usando estratégias metabolômicas baseadas em cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA, RITA C. Z.; ZANDONADI, FLAVIA S.; FREITAS, DONIZETE P.; TOFOLI, LUIS F. F.; SUSSULINI, ALESSANDRA. Validation of an analytical method for the determination of the main ayahuasca active compounds and application to real ayahuasca samples from Brazil. JOURNAL OF CHROMATOGRAPHY B-ANALYTICAL TECHNOLOGIES IN THE BIOMEDICAL AND LIFE SCIENCES, v. 1124, p. 197-203, AUG 15 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.