Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de metalofármacos de rutênio e de sistemas nanoparticulados desses metalofármacos tendo como alvo a terapia do câncer

Processo: 18/02297-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Denise de Oliveira Silva
Beneficiário:Denise de Oliveira Silva
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Metalofármacos  Nanopartículas  Anti-inflamatórios  Rutênio  Antineoplásicos 

Resumo

A pesquisa de nosso laboratório tem ênfase no estudo de metalofármacos, com vistas a abrir novas frentes nos campos da bioinorgânica e da farmacologia por meio da geração de novos candidatos a fármacos e novas formulações com potencial de impacto na área de saúde. Os trabalhos tem como principal alvo a síntese, a caracterização, a reatividade e a investigação da atividade biológica de complexos de rutênio que contenham ligantes bioativos como os fármacos anti-inflamatórios não esteroides (FAINEs). Reportamos que complexos dinucleares com ligação metal-metal múltipla nos quais FAINEs são coordenados a núcleos de Ru2(II,III) apresentam atividade anticancerígena in vitro e in vivo em modelos de glioma para tumor cerebral altamente maligno como glioblastoma. Demonstramos também que sistemas nanoparticulados polimérico-lipídicos sólidos contendo complexos de Ru2-FAINEs são ativos frente a células de câncer de mama e de próstata. Os principais objetivos desse projeto são: a) ampliar estudos do grupo no que se refere à síntese de novos complexos dinucleares de Ru2(II,III) e mononucleares de Ru(II) contendo FAINEs ou FAINEs modificados em forma de amidas, buscando elucidar influência da estrutura dos FAINEs e dos complexos de rutênio na reatividade química e na atividade biológica; b) expandir estudos de interação dos metalofármacos com biomoléculas-alvo, em particular, albumina, DNA e pequenas moléculas como bases nitrogenadas, aminoácidos e miméticos imidazólicos; c) investigar sistemas nanoparticulados biocompatíveis visando ao desenvolvimento de novas formulações que tenham potencial para aumentar a eficácia dos metalofármacos tendo como alvo o tratamento do câncer. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.