Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil imunofenotípico do infiltrado macrofágico na doença de Jorge Lôbo e hanseníase virchowiana - análise comparativa

Processo: 17/17149-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2018 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Maria Letícia Cintra
Beneficiário:Maria Letícia Cintra
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Lobomicose  Hanseníase virchowiana  Macrófagos  Patologia  Imuno-histoquímica 

Resumo

A doença de Jorge Lobo caracteriza-se por um processo inflamatório crônico, rico em macrófagos, de localização exclusivamente cutânea e subcutânea, causado pelo fungo Lacazia loboi. Seu hábitat pode ser o solo, a água ou a vegetação, e é encontrado principalmente na região da Amazônia. Manifesta-se por lesões elementares pápulo-nodulares e queloidianas. O diagnóstico da doença de Jorge Lobo se dá exclusivamente pela análise clínica e histológica, uma vez que o fungo é de difícil cultivo.Considerando-se a escassez de informações a respeito da doença, a variabilidade na sua manifestação clínica e a resistência aos métodos terapêuticos já desenvolvidos, esse projeto visa estudar o perfil imunofenotípico do infiltrado macrofágico na doença de Jorge Lobo, e compará-lo com o da moléstia de Hansen virchowiana, doença infecciosa estudada há mais tempo, com substrato histológico semelhante, de infiltrado macrofágico. A análise comparativa da população macrofágica nestas duas doenças poderá contribuir para um melhor entendimento da patogenia da doença de Jorge Lobo (também conhecida como lobomicose) e desenvolvimento de uma terapêutica efetiva. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
UTINO, FABIANE LEONEL; GARCIA, MARINA; NEVES FERREIRA VELHO, PAULO EDUARDO; ELOY DA COSTA FRANCA, ANDREA FERNANDES; STELINI, RAFAEL FANTELLI; PELEGATI, VITOR BIANCHIN; CESAR, CARLOS LENZ; DE SOUZA, ELEMIR MACEDO; CINTRA, MARIA LETICIA; DAMIANI, GISLAINE VIEIRA. Second-harmonic generation imaging analysis can help distinguish sarcoidosis from tuberculoid leprosy. Journal of Biomedical Optics, v. 23, n. 12 DEC 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.