Busca avançada
Ano de início
Entree

O impacto de poluentes emergentes na saúde: um estudo em membranas biomiméticas

Processo: 17/06534-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2018 - 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Priscila Alessio Constantino
Beneficiário:Priscila Alessio Constantino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Contaminantes emergentes  Monocamadas de Langmuir 

Resumo

A água contaminada é considerada uma importante causa de doenças para o ser humano e animais. Atualmente, os chamados contaminantes emergentes ganharam destaque em estudos de análises de água para consumo em todo o mundo. Esses contaminantes constituem uma classe de compostos que compreende os fármacos, produtos de higiene pessoal, subprodutos industriais, hormônios naturais e sintéticos, drogas ilícitas, pesticidas, nanomateriais, entre outros. A Organização Mundial da Saúde admite que há uma lacuna de conhecimento quando se trata da avaliação dos riscos associados à exposição a baixas concentrações de drogas no longo prazo. Em particular, existe uma necessidade de se estudar os efeitos "coquetel" e "aditivo", ou seja, a maneira como diferentes fármacos ou outros contaminantes emergentes podem interagir para produzir efeitos adversos. Neste contexto, o desenvolvimento deste Projeto Regular de pesquisa tem como objetivo principal elucidar os processos que ocorrem nas membranas biomiméticas (modelos miméticos de membranas celulares) em decorrência da exposição aos poluentes emergentes. As técnicas de filmes de Langmuir e vesículas unilamelares gigantes serão utilizadas para mimetizar a membrana biológica na ausência e presença dos poluentes emergentes. A espectroscopia de absorção e reflexão no infravermelho com polarização modulada (PM-IRRAS) e a microscopia de fluorescência confocal serão empregadas como principais ferramentas para obter informações químicas e morfológicas das interações em nível molecular entre as membranas biomiméticas e os poluentes emergentes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARLIN, CIBELY S.; MAXIMINO, MATEUS D.; PEREIRA, MATHEUS S.; ALESSIO, PRISCILA. Polyphenol Detection in Mate Tea Samples Using Iron Tetrasulfonated Phthalocyanine Modified Screen-Printed Electrode. IEEE SENSORS JOURNAL, v. 19, n. 22, p. 10686-10692, NOV 15 2019. Citações Web of Science: 0.
MAXIMINO, MATEUS D.; CONSTANTINO, CARLOS J. L.; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N.; ALESSIO, PRISCILA. Synergy in the interaction of amoxicillin and methylene blue with dipalmitoyl phosphatidyl choline (DPPC) monolayers. Applied Surface Science, v. 476, p. 493-500, MAY 15 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.