Busca avançada
Ano de início
Entree

Magnésio em citros: integrando processos associados à estresses abióticos, produtividade e qualidade da fruta

Processo: 17/10345-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2018 - 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Rodrigo Marcelli Boaretto
Beneficiário:Rodrigo Marcelli Boaretto
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Citrus  Biomarcadores  Citricultura  Nutrição mineral de plantas 

Resumo

O manejo adequado de nutrientes é requerido para obtenção de altas produtividades e qualidade dos frutos nos pomares de citros. Destaca-se que o magnésio (Mg) está diretamente relacionado com o sabor e o rendimento industrial do suco de laranja, devido a importância do nutriente no metabolismo e transporte de açúcares na planta. Estando também relacionado à maior tolerância da planta a estresses abióticos causados pelo recente aumento no excesso de radiação e temperatura na principal região produtora do País. A calagem vem sendo a principal forma de fornecimento de Mg para o citros. No entanto, nos novos cenários da citricultura que se buscam pomares cada vez mais produtivos já nos primeiros anos após plantio, o suprimento do nutriente proveniente apenas do calcário não é suficiente para atender a demanda da planta, sendo então necessárias fertilizações complementares. Assim, o projeto tem como objetivos avaliar efeitos do fornecimento de Mg no estado nutricional das plantas cítricas e correlacionar essas respostas à resistência da planta à estresse causado pelo binômio radiação luminosa e térmica na produtividade e qualidade de frutos. Serão conduzidos experimentos, sendo três em condições casa de vegetação (CV) e dois em campo (CP). Nos experimentos em CV serão avaliados: (i) a absorção de Mg em laranjeiras cultivadas sob duas condições ambientais de radiação térmica e luminosa e em condições de baixa, adequada e alta disponibilidade do nutriente; (ii) a redistribuição de Mg em função do estado nutricional da planta, em duas espécies de citros com características distintas na eficiência de uso de nutrientes; e (iii) avaliar a eficiência de absorção foliar de duas fontes de Mg, com diferentes solubilidade em água. Enquanto, nos experimentos em CP serão avaliados a eficiência do fornecimento de Mg no estado nutricional da planta, na produtividade e na qualidade dos frutos em duas variedades de laranjas com diferentes períodos de maturação dos frutos. Nos experimentos em CV além das avaliações biométricas de crescimento, acúmulo de biomassa, teores de nutrientes na planta e no substrato serão realizadas determinações relacionadas a parâmetros bioquímicos e fotossintéticos, tais como: teores de clorofila, SPAD, balanço de carboidratos, marcadores bioquímicos (atividade de enzimas antioxidativas, teor de peróxido de hidrogênio e peroxidação lipídica) e taxas de fotossíntese e transpiração. Nos experimentos em CC serão avaliados atributos relacionados ao solo, estado nutricional da planta, produtividade e qualidade de frutos. As informações obtidas no trabalho permitirão melhor compreensão do papel do Mg na nutrição da planta cítrica visando maximizar a eficiência produtiva dos pomares e contribuirão para a revisão das atuais recomendações de adubação para os citros. (AU)