Busca avançada
Ano de início
Entree

Essências Florais: efeitos no alívio da dor, ansiedade, parâmetros clínicos e neuroendócrinos do estresse no trabalho de parto

Processo: 16/14919-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Obstétrica
Pesquisador responsável:Márcia Barbieri
Beneficiário:Márcia Barbieri
Instituição-sede: Escola Paulista de Enfermagem (EPE). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Maria Cristina Gabrielloni
Assunto(s):Dor do parto  Essências florais  Trabalho de parto  Ansiedade 

Resumo

Introdução: Pesquisas com a terapia floral no alivio da dor, mostram que as essências florais têm um papel importante na perspectiva psicológica de controle da dor uma vez que auxiliam no relaxamento, incluindo o alívio do estresse e da ansiedade. Objetivo: analisar os efeitos das essências florais como terapia não farmacológica durante o trabalho de parto sobre a percepção da dor, ansiedade, respostas clínicas e neuroendócrinas do estresse. Método: Ensaio clínico experimental, randomizado, duplo cego e controlado no qual será utilizado um desenho pré e pós-intervenção com medidas repetidas entre dois grupos de parturientes: grupo 1 essência floral e grupo 2 placebo. As variáveis estudadas serão dor e ansiedade avaliadas por meio da escala visual analógica; clínicas com a aferição dos dados vitais, como: pressão arterial, pulso e respiração; hormonais com a dosagem dos hormônios cortisol e beta-endorfina por amostra de saliva, obstétricas: dilatação cervical, altura da apresentação fetal, contração uterina, tempo decorrido entre a intervenção e o parto e desfecho do parto, além das variáveis perinatais como: apgar e peso do recém-nascido. Resultados Esperados: Observando os inúmeros benefícios da terapia floral e a escassez de estudos científicos, especialmente na área obstétrica, espera-se com os resultados do presente estudo apresentar mais uma estratégia não farmacológica efetiva para o alívio da ansiedade e da dor no trabalho de parto como ação de incentivo ao parto normal. (AU)