Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da resposta ao tratamento da esquizofrenia com risperidona: estudo farmacogenético em uma coorte de pacientes em primeiro episódio psicótico

Processo: 17/25016-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Síntia Iole Nogueira Belangero
Beneficiário:Síntia Iole Nogueira Belangero
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Ary Gadelha de Alencar Araripe Neto ; Cristiano de Souza Noto ; Marcos Leite Santoro ; Quirino Cordeiro Júnior ; Rodrigo Affonseca Bressan ; Vanessa Kiyomi Ota Kuniyoshi
Assunto(s):Farmacogenética  Risperidona 

Resumo

As psicoses caracterizam um grupo de transtornos mentais graves e incapacitantes. A demora em instituir um tratamento adequado, a duração do primeiro episódio psicótico (PEP) e a baixa resposta ao tratamento inicial estão entre os principais fatores de mau prognóstico. Recentemente, o maior estudo genômico de associação em larga escala (GWAS) em esquizofrenia encontrou 108 regiões associadas com a doença. Em um estudo anterior, o nosso grupo avaliou o transcriptoma e o metiloma de pacientes em PEP antes e após o tratamento com risperidona, identificando genes que podem ter relação direta com a resposta ao tratamento. O presente estudo propõe a identificação de polimorfismos genéticos relacionados à resposta ao tratamento com risperidona. Para tanto, serão avaliados 210 pacientes em PEP sem uso prévio de medicação antipsicótica que serão submetidos à avaliação clínica e à coleta de sangue periférico antes e após 2 meses de tratamento. Para avaliar a resposta à risperidona utilizaremos os dados da PANSS (Positive And Negative Syndrome Scale) da primeira e da segunda coleta. A genotipagem dos polimorfismos será obtida com base em dados extraídos de arrays genômicos Infinium PsychArray (N = 60) por meio de análises de bioinformática e validaremos os achados no restante da amostra genotipando mais 150 indivíduos com o PsychArray. Até o momento, apenas um estudo realizou uma análise de associação em larga escala com resposta a antipsicótico em PEP. Contudo, o tamanho amostral era reduzido (N=86) e a amostra era mais heterogênea. A identificação de marcadores biológicos de resposta pode, no futuro, possibilitar uma ação terapêutica precoce e individualizada, reduzindo o tempo de psicose não tratada, e oferecendo melhores resultados quanto à diminuição da morbidade e aumento na qualidade de vida dos pacientes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BELANGERO, SINTIA IOLE; OTA, VANESSA KIYOMI; GADELHA, ARY; BERBERIAN, ARTHUR ALMEIDA; DE ASSUNCAO-LEME, IDAIANE BATISTA; NOTO, CRISTIANO; CHRISTOFOLINI, DENISE MARIA; BELLUCCO, FERNANDA TEIXEIRA; SANTORO, MARCOS LEITE; MAZZOTTI, DIEGO ROBLES; ZUGMAN, ANDRE; MELARAGNO, MARIA ISABEL; CARDOSO SMITH, MARILIA ARRUDA; PELLEGRINO, RENATA; HAKONARSON, HAKON; CORDEIRO, QUIRINO; MORETTI, PATRICIA NATALIA; BRESSAN, RODRIGO AFFONSECA; MARI, JAIR DE JESUS; JACKOWSKI, ANDREA PAROLIN. DGCR2 influences cortical thickness through a mechanism independent of schizophrenia pathogenesis. PSYCHIATRY RESEARCH, v. 274, p. 391-394, APR 2019. Citações Web of Science: 0.
OTA, VANESSA KIYOMI; MORETTI, PATRICIA NATALIA; SANTORO, MARCOS LEITE; TALARICO, FERNANDA; SPINDOLA, LETICIA MARIA; XAVIER, GABRIELA; CARVALHO, CAROLINA MUNIZ; MARQUES, DIOGO FERRI; COSTA, GIOVANY OLIVEIRA; PELLEGRINO, RENATA; DE JONG, SIMONE; CORDEIRO, QUIRINO; HAKONARSON, HAKON; BREEN, GEROME; NOTO, CRISTIANO; BRESSAN, RODRIGO AFFONSECA; GADELHAZ, ARY; MARI, JAIR DE JESUS; BELANGERO, I, SINTIA. Gene expression over the course of schizophrenia: from clinical high-risk for psychosis to chronic stages. NPJ SCHIZOPHRENIA, v. 5, MAR 28 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.