Busca avançada
Ano de início
Entree

Compreendendo a evolução para resistência a fungicidas em populações de campo do patógeno da brusone do trigo no Brasil: é possível aprender lições para o futuro manejo da doença?

Processo: 17/50456-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2018 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: BBSRC, UKRI ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Cezar Ceresini
Beneficiário:Paulo Cezar Ceresini
Pesq. responsável no exterior: Bart Fraaije
Instituição no exterior: Rothamsted Research, Inglaterra
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças de plantas  Brusone  Fungos fitopatogênicos  Controle fitossanitário  Fungicidas  Expressão de proteínas 
Publicação FAPESP:https://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/fapesp_uk_rpegg1o_68_68.pdf

Resumo

Algumas doenças de plantas estão se tornando muito difíceis de serem controladas devido à falta de cultivares resistentes dos hospedeiros e à disponibilidade limitada de produtos fungicidas para proteção das culturas. Resistência aos fungicidas, regulamentação mais rígida para registro e fluxo lento de desenvolvimento de novos produtos estão reduzindo a gama de classes químicas de fungicidas disponíveis. Isso leva à maior dependência de um número menor de princípios ativos com modos de ação fungicida que, em consequência, aumenta a pressão de seleção mais casos de resistência. A fim de aumentar a vida útil dos novos princípios ativos fungicidas atualmente disponíveis, estratégias de manejo integrado de doenças baseadas em "evolução inteligente" (i.e., guiada) dos fitopatógenos são necessárias. O foco deste projeto é o fitopatógeno Pyricularia graminis-tritici (Pygt), agente causal da brusone do trigo, uma doença fúngica muito importante no Brasil, e de manejo muito difícil, porque vários grupos de fungicidas (por exemplo, inibidores da esterol desmetilase, da quinona e da succinato desidrogenase) tornaram-se (ou estão se tornando) ineficazes. Para o controle eficaz da brusone, são necessários melhor compreensão da epidemiologia da doença, do status atual da sensibilidade/resistência aos principais fungicidas e de novas estratégias para manejo da doença. Neste projeto, vamos nos concentrar em todos esses três aspectos usando a última tecnologia de captura de esporos, experimentos de fenotipagem e genotipagem para detecção de resistência a fungicidas, bem como um sistema de expressão das proteínas alvo dos fungicidas, permitindo investigar o impacto das mutações alvo na função enzimática e na ligação dos fungicidas a seus alvos. Essas ferramentas são genéricas e certamente podem ser aplicadas para outros fitopatógenos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CERESINI, PAULO CEZAR; CASTROAGUDIN, VANINA LILIAN; RODRIGUES, FABRICIO AVILA; RIOS, JONAS ALBERTO; AUCIQUE-PEREZ, CARLOS EDUARDO; MOREIRA, SILVINO INTRA; CROLL, DANIEL; ALVES, EDUARDO; DE CARVALHO, GISELLE; NUNES MACIEL, JOAO LEODATO; MCDONALD, BRUCE ALAN. Wheat blast: from its origins in South America to its emergence as a global threat. MOLECULAR PLANT PATHOLOGY, v. 20, n. 2, p. 155-172, FEB 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.