Busca avançada
Ano de início
Entree

Aproveitamento do nitrogênio da adubação de plantio pela soca de cana-de-açúcar: contribuição para a produtividade e longevidade da cultura

Processo: 05/56115-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 12 de agosto de 2007
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Paulo Cesar Ocheuze Trivelin
Beneficiário:Carlos Eduardo Faroni
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/10534-8 - Rendimento da cana-de-açúcar em ciclos consecutivos associado ao efeito residual e as transformações de N e S no solo, em sistema conservacionista, AP.TEM
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Nitrogênio   Sistema radicular

Resumo

A cana-de-açúcar, por ser de manejo semiperene, depende das reservas energéticas e nutricionais do sistema radicular para sustentação e vigor da rebrota. Frente a hipótese de que existe uma relação direta dessas reservas com o manejo da fertilização nitrogenada, e que existem dúvidas quanto a eficácia dessa fertilização no plantio, este projeto tem por objetivos principais avaliar o aproveitamento e a redistribuição de N do sistema radicular da cana-planta para a parte aérea da cana-soca, e sua influência na produtividade e longevidade da soqueira, em função das adubações nitrogenadas realizadas no plantio; e avaliar o aproveitamento de N e a produtividade da cana-soca em relação às adubações nitrogenadas realizadas neste ciclo. O experimento foi instalado em fevereiro/março de 2005 com a variedade SP81 3250, em duas áreas experimentais, sendo os solos dessas áreas Latossolos de texturas média e arenosa (Projeto Temático - Processo FAPESP Nº 02/10534-8). Em ambos os ciclos, cana-planta e cana-soca, serão instalados microparcelas com aplicação de uréia-15N e sulfato de amônio-15N, respectivamente, nas quais, no decorrer do ciclo da primeira rebrota, serão feitas avaliações do N na planta derivado do fertilizante pelo método isotópico. Serão avaliados: a produtividade da cultura, a fitomassa da parte aérea, o efeito residual das fertilizações nitrogenadas no solo e no sistema radicular da cultura. Nas amostras de planta, parte aérea e sistema radicular, serão feitas determinações de N e de abundância de 15N, avaliando-se assim o acúmulo de N-total e 15N da uréia e do sulfato de amônio. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.