Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da ração com antioxidantes naturais na qualidade e estabilidade oxidativa da carne de frangos submetidos a estresse dos a estresse pré-abate

Processo: 05/54157-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2005
Vigência (Término): 30 de abril de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Elizabeth Aparecida Ferraz da Silva Torres
Beneficiário:Lilian Marques Pino
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/06990-3 - Qualidade da carne de frango de corte: fatores de genética, estresse pré-abate e nutrição, AP.TEM
Assunto(s):Oxidação lipídica   Carne de frango

Resumo

A oxidação dos lipídios da carne ou de um produto cárneo é o principal processo pelo qual ocorre perda da qualidade, depois da deterioração microbiana, e pode ser acelerada por fatores internos e externos ao organismo animal, que concorram para a depleção da proteção natural dos tecidos. O estresse pré-abate, que envolve jejum, apanha, transporte e tempo de espera, em condições de ambiente físico bastante variáveis, altera o status fisiológico e bioquímico do músculo e consequentemente, da carne dos frangos sujeitos a condições estressantes. A vitamina E se distribui nas membranas celulares, protegendo os tecidos da oxidação iniciada pelos radicais livres, e pode ter sua concentração incrementada pela suplementação na dieta das aves. Estudos recentes apontam que compostos fenólicos presentes em óleos essenciais de especiarias como orégano, alecrim e sálvia são efetivos em preservar a estabilidade oxidativa da carne, mesmo quando fornecidos através da alimentação, e são desejáveis por serem naturais. Este projeto tem como objetivo estudar os efeitos do estresse pré-abate e a adição de antioxidantes naturais na dieta de frangos de corte, sobre a qualidade e a estabilidade oxidativa de frangos marinados e assados. (AU)