Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da usinabilidade de materiais aplicando alta velocidade de corte - uma interação entre engenharia de microestrutura e de fabricação

Processo: 05/55195-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Processos de Fabricação
Pesquisador responsável:Alessandro Roger Rodrigues
Beneficiário:Alessandro Roger Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/13483-0 - Estudo da usinabilidade de materiais aplicando alta velocidade de corte: uma interação entre engenharia de microestrutura e de fabricação, AP.JP

Resumo

Este projeto visa investigar as reais influências do novo conceito de usinagem HSC sobre a integridade superficial da peça usinada. Os ensaios serão conduzidos em centro de usinagem CNC e as seguintes variáveis serão monitoradas, entre outras: tensão residual, microdureza, alteração metalúrgica, acabamento superficial e força de corte. O projeto procura estudar simultaneamente duas frentes de pesquisa consideradas aqui, até certo ponto, não completamente exploradas e inter-relacionadas, que são o conceito de alta velocidade de corte e propriedades mecânicas e microestruturais de peças após a usinagem. O trabalho em sua primeira fase (ano 1) abordará o estudo da usinabilidade sob HSC de um produto forjado obtido em situações reais na indústria metal-mecânica, através de duas rotas distintas de processamento. A segunda fase (ano 2) tratará de avaliar o comportamento em HSC de um aço com grãos ultrafinos obtido por laminação a quente controlada em escala laboratorial. O propósito também é contemplar dois tipos de contribuições: uma puramente tecnológica e outra acadêmico-científica. Assim, o trabalho pode ser considerado uma extensão imediata de processamentos metalúrgicos. A questão principal a ser formulada é: "Tendo sido processados metalurgicamente os materiais, com o monitoramento de suas evoluções microestruturais para atingir as propriedades mecânicas e microestruturais desejadas, como fica agora a usinabilidade desses produtos?" (AU)