Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo doperfil transcricional do retrotransposon retrolyc 1 em mutantes de tomate Micro-Tom e em suspensão ceular de fumo

Processo: 05/57923-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Marie-Anne van Sluys
Beneficiário:Juliane Karine Ishida
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/02851-9 - Elementos de transposição e seu impacto no genoma de bactérias e plantas, AP.TEM
Assunto(s):Tabacum   Retroelementos

Resumo

Os retrotransposons são elementos transponíveis capazes de se mobilizar no genoma através de uma molécula intermediária de RNA. A transposição destes elementos pode alterar a função e a estrutura dos genes, sendo que sua alta incidência no genoma exige um ajuste fino da sua atividade para não comprometer a viabilidade do hospedeiro. Retrolyc1 é um retrotransposon isolado de uma biblioteca genômica de L.peruvianum (Solanaceae), sendo membro da família de Tnt1. Existe uma alta similaridade ao longo de quase toda a seqüência destes elementos, com exceção apenas da região U3 (Costa et al., 1999). Esta região é responsável pelo controle da transcrição, sugerindo a existência de controles distintos entre Tnt1 e Retrolyc1. A análise das seqüências de Retrolyc1 indicou a presença de duas subfamílias (Retrolyc1dA e B) que diferem entre si na região regulatória U3 (Araújo et al., 2001). Estando neste fato a importância de se estudar os diferentes controles associados à expressão de ambas as subfamílias. Neste projeto analisaremos o padrão de expressão do gene repórter fusionado a região promotora U3 de Retrolyc1A e B em suspensão celular de tabaco (BY-2) submetido a diferentes condições de estresse. Avaliaremos também, por Northen blot e Real Time-PCR, a modulação da expressão de Retrolyc1 A e B em distintos background genéticos de plantas do gênero Lycopersicon, assim como a existência de uma modulação hormonal deste elemento em mutantes para as 5 classes de fitormônios de Lycopersicon esculentum cv Micro-Tom. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ISHIDA, Juliane Karine. Estudo do perfil transcricional do retrotransposon Retrolyc1 em mutantes de tomate Micro-Tom e em suspensão celular de fumo. 2008. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.