Busca avançada
Ano de início
Entree

Cooperação entre as vias JAK-STAT e o receptor de glicocorticóide na regulação da expressão gênica de ilhotas pacreáticas

Processo: 05/56976-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Silvana Auxiliadora Bordin da Silva
Beneficiário:Camilo de Lellis Santos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/09789-7 - Mecanismos pró-inflamatórios envolvidos no controle hipotalâmico da fome e termogênese - implicações para a fisiopatologia da obesidade, Diabetes mellitus e caquexia, AP.TEM
Assunto(s):Expressão gênica   Glucocorticoides   Ilhotas pancreáticas

Resumo

As variações hormonais da gravidez promovem alterações importantes na fisiologia materna de diferentes órgãos, dentre eles o pâncreas endócrino. Prolactina (PRL) atua como fator trófico na ilhota, enquanto que os glicocorticóides (GC) antagonizam os efeitos da PRL. Já está bem estabelecido que o STAT5 é o mediador central dos efeitos da PRL sobre a morfologia e função da ilhota pancreática. Porém, ainda não se conhece a função de outros fatores transcricionais ativados por hormônios importantes na gravidez, como STAT3 (leptina) e GR (GC). Estudos anteriores de nosso laboratório e de outros mostraram que os perfis de expressão gênica induzidos pela PRL, gravidez ou dexametazona (dexa) não são simplesmente opostos. Além disto, dados recentes da literatura indicam que existe uma cooperação entre as vias JAK-STAT e GR. Esta cooperação, presente em condições de estimulação por ambos os agonistas - como acontece na gravidez - deve resultar em um padrão distinto de expressão gênica que, em última análise, deve favorecer a retomada do pâncreas endócrino a condição basal. O objetivo desde projeto é estudar as possíveis associações entre os STATs e o GR e seu papel na ilhota pancreática. Para isto pretendemos avaliar a co-precipitação por imunoblotting destes fatores em ilhotas estimuladas agudamente com PRL e leptina na presença de dexa. A relevância das possíveis interações entre as vias será avaliada pela análise das alterações na expressão gênica pela técnica de ChIP assay e confirmação por RT-PCR. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Camilo de Lellis. Alterações na expressão de Dexras1 mediada pela cooperação entre STAT5 e GR contribuem para modulação da secreção de insulina na gestação e lactação.. 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.