Busca avançada
Ano de início
Entree

O congresso internacional de criticos de arte de 1959 e aspectos da modernidade no brasil.

Processo: 05/57487-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2008
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Lisbeth Ruth Rebollo Goncalves
Beneficiário:Maria Zmitrowicz
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História contemporânea   História da arte   Arquitetura   Crítica de arte   Urbanismo

Resumo

A pesquisa tem como escopo a análise detalhada de documentos referentes ao Congresso Internacional Extraordinário de Críticos de Arte realizado em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, no período de 17 a 25 de setembro de 1959 e a contextualização deste evento no momento histórico-artístico de modernização brasileira, buscando esclarecer pontos como a conjuntura de modernidade social promovida durante o governo de Juscelino Kubistchek, a aproximação da arte brasileira às vanguardas artísticas e a institucionalização da arte moderna no Brasil (criação dos Museus e Bienais de Arte Moderna). Este trabalho insere-se nos quadros do Laboratório de Critica de Arte, criado pelo convênio ECA/ABCA, em novembro de 2000. A documentação a ser analisada constitui-se de anais de mencionado Congresso, material este ainda inédito e apresentado nas línguas portuguesa e francesa. Pretende-se também dar continuidade ao trabalho de memória do Congresso de 1959, iniciado com a entrevista com o Professor e Crítico de arte Mário Barata (um dos organizadores do evento em questão), entrevistando outros participantes do Congresso como Oscar Niemeyer e Ferreira Gullar. Outro trabalho que deve ser complementado é o de pesquisas em arquivos das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, com a finalidade de inserir novos documentos à pesquisa. (AU)