Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da dispersina na adesão de Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) atípica

Processo: 05/57477-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Waldir Pereira Elias Junior
Beneficiário:Bianca Tome Monteiro
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/12136-5 - Escherichia coli enteropatogênica atípica (EPEC atípica), AP.TEM
Assunto(s):Etiologia   Escherichia coli enteropatogênica atípica   Fatores de virulência   Escherichia coli

Resumo

O termo EPEC atípica é usado para definir as Escherichia coli enteropatogênicas que não transportam o plasmídio EAF. As EPEC atípicas podem aderir ou não às células HEp-2. As aderentes podem expressar o padrão localizado-like, assim como os padrões agregativo e difuso. Até o momento não foi descrito nenhum fator de virulência exclusivo das EPEC atípicas. Uma vez que várias amostras de EPEC atípicas apresentam o padrão agregativo de adesão, realizamos recentemente um estudo sobre a presença de alguns genes de virulência de Escherichia coli enteroagregativa (EAEC) em amostras de EPEC atípicas. Os genes aap (que codifica a proteína dispersina), aggR, (que codifica uma proteína reguladora da expressão dos genes de virulência de EAEC) e a sonda CVD432 (fragmento críptico do plasmídio de EAEC) foram pesquisados em 122 amostras. Somente o gene aap foi detectado. A dispersina é uma proteína secretada, de 10,2 kDa, imunogênica, que recobre a superfície da bactéria diminuindo a autoagregação e permitindo que haja dispersão da mesma. Nossos recentes resultados indicam que a dispersina não é uma proteína exclusiva de EAEC e, diferente do que foi descrito para EAEC, o gene aap encontrado nas amostras de EPEC atípica não está sob regulação de aggR. Diante destes achados, o objetivo deste projeto é avaliar o papel da dispersina na patogênese de EPEC atípica através da caracterização da sua eventual participação na adesão a células epiteliais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.