Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da degradação de alquibenzeno linear sulfonado (LAS) em reator de leito fluidificado

Processo: 05/58968-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Beneficiário:Lorena Oliveira Pires
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51702-9 - Desenvolvimento de sistemas combinados de tratamento de águas residuárias visando à remoção de poluentes e à recuperação de energia e de produtos dos ciclos de carbono, nitrogênio e enxofre, AP.TEM
Assunto(s):Reatores de leito fluidificado   Águas residuárias   Biomassa imobilizada

Resumo

Alquilbenzeno linear sulfonado (LAS) é o surfactante aniônico mais utilizado mundialmente na formulação de detergentes e encontra-se presente em águas residuárias domésticas e industriais. Neste trabalho, será estudada já degradação anaeróbia do LAS em reator anaeróbio de leito fluidificado preenchido com material suporte escolhido em testes preliminares. Todos os reatores serão inoculados com lodo proveniente de reator UASB utilizado no tratamento de resíduos de suinocultura e serão alimentados com esgoto sintético acrescido de LAS. Exames microscópicos serão realizados para avaliar o crescimento microbiano nos diferentes suportes, além da aplicação da técnica de PCR/DGGE para constatar a diversidade microbiana. Análises físico-químicas e cromatográficas de rotina serão realizadas no monitoramento e perfis espaciais nas fases de estabilização do reator. Mudanças na concentração de LAS presente no esgoto sintético, bem como alterações no TDH serão realizadas com a finalidade de alcançar maior remoção do surfactante e, consequentemente, definirão as etapas de operação do reator. Nas fases de estabilização do reator serão retiradas amostras do biofilme para identificação celular utilizando o sequenciamento do DNAr 16S. Através desse delineamento experimental pretende-se, ao final do trabalho, indicar tecnologia anaeróbia alternativa para a remoção de LAS e, principalmente, identificar as culturas predominantes visando contribuir para as escassas informações sobre a diversidade microbiana tropical. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA, L. L.; COSTA, R. B.; SAKAMOTO, I. K.; DUARTE, I. C. S.; SILVA, E. L.; VARESCHE, M. B. A. LAS DEGRADATION IN A FLUIDIZED BED REACTOR AND PHYLOGENETIC CHARACTERIZATION OF THE BIOFILM. Brazilian Journal of Chemical Engineering, v. 30, n. 3, p. 521-529, Set. 2013. Citações Web of Science: 10.
DE OLIVEIRA, LORENA LIMA; COSTA, RACHEL BIANCALANA; OKADA, DAGOBERTO YUKIO; VICH, DANIELE VITAL; SILVEIRA DUARTE, IOLANDA CRISTINA; SILVA, EDSON LUIZ; AMANCIO VARESCHE, MARIA BERNADETE. Anaerobic degradation of linear alkylbenzene sulfonate (LAS) in fluidized bed reactor by microbial consortia in different support materials. Bioresource Technology, v. 101, n. 14, p. 5112-5122, JUL 2010. Citações Web of Science: 31.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PIRES, Lorena Oliveira. Remoção de alquilbenzeno linear sulfonado (LAS) e caracterização microbiana em reator anaeróbio de leito fluidificado. 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.