Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação do sistema nervoso central no desenvolvimento de ovários policísticos induzido por estresse em ratas

Processo: 05/57220-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Janete Aparecida Anselmo Franci
Beneficiário:Marcelo Picinin Bernuci
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/09638-9 - Regulação neuroendócrina e efeitos do estresse sobre a função reprodutora feminina, AP.TEM
Assunto(s):Gonadotrofinas   Estresse   Síndrome do ovário policístico   Estresse psicológico   Locus cerúleo

Resumo

As funções reprodutivas estão sob um clássico controle neuroendócrino exercido pelo eixo hipotálamo-hipófise-gônadas. No entanto, evidências têm demonstrado a existência de uma conexão neural direta entre o ovário e o sistema nervoso central, operando conjuntamente com hormônios hipofisários nos processos relacionados à fisiologia ovariana. Alterações na homeostasia deste sistema regulatório tem sido relacionadas ao desenvolvimento da síndrome dos ovários policísticos (SOP). Observações clínicas tem sugerido que o estresse possa ser um importante fator para o desenvolvimento da SOP e estudos de nosso laboratório têm mostrado que ratas estressadas cronicamente desenvolvem ovários policísticos e que a lesão eletrolítica do locus coeruleus (LC) previne a formação dos cistos. Juntamente com o LC, o núcleo paraventricular do hipotálamo (PVN) compõe o "sistema de estresse" no sistema nervoso central. A participação do PVN na regulação das funções ovarianas por meio de uma via descendente medular assim como sua participação no desenvolvimento de cistos ovarianos induzidos por estresse foi recentemente sugerida, porem as vias envolvidas ainda são desconhecidas. Sendo assim, nossa hipótese é que o estresse estaria ativando os neurônios do LC e estes por fim modulariam a via central envolvida na gênese da formação dos cistos ovarianos em ratas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.