Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos inibidores de tirosina-quinase na maquinaria apoptótica na leucemia mielóide crônica

Processo: 05/57746-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Fabíola Attié de Castro
Beneficiário:Aline Fernanda Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Apoptose   Leucemia mieloide

Resumo

A Leucemia Mielóide Crônica (LMC) é uma doença mieloproliferativa, cuja leucemogênese está relacionada â translocação reciproca entre os braços longos dos cromossomas 9 e 22, surgindo assim o cromossomo "Philadelphia" e o neogene bcr-abl. Esse neogene codifica a proteína Bcr-AbI com alta atividade de tirosina-quinase, responsável pelo fenótipo maligno da célula leucêmica, que apresenta adesão alterada ao estroma medular, alto potencial mitogênicoe resistência à apoptose. O tratamento da LMC pode ser realizado com hidroxiuréia, IFN-alfa associado à citarabina, inibidores de tirosina-quinase (TK) (Glivec e BMS-354825) e transplante de medula óssea. Apesar de promissor, casos de refratariedade ao Glivec foram descritos e sua eficácia é limitada nas fases avançadas da doença. Sendo assim, outro inibidor da TK, BMS-354825 tem sido testado em pacientes com LMC refratários ao Glivec. Contudo os mecanismos pelos quais esses medicamentos atuam potencializando a apoptose celular e conduzindo os pacientes à remissão não foram totalmente elucidados. O presente projeto tem como objetivo principal avaliar o efeito dos inibidores da TK na expressão de proteínas e de genes anti- e pró-apoptóticos em pacientes com LMC, pelos métodos western blotting e PCR em tempo real. Os resultados serão associados aos resultados clínico-laboratoriais dos pacientes (remissão ou refratariedade ao tratamento). Este projeto auxiliará na compreensão da modulação da apoptose celular e da resposta terapêutica da LMC aos inibidores da TK. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, ALINE FERNANDA; DE OLIVEIRA, GISLANE L. V.; TOGNON, RAQUEL; COLLASSANTI, MARIA DULCE S.; ZANICHELLI, MARIA APARECIDA; HAMERSCHLAK, NELSON; DE SOUZA, ANA MARIA; COVAS, DIMAS TADEU; KASHIMA, SIMONE; DE CASTRO, FABIOLA ATTIE. Apoptosis-Related Gene Expression Profile in Chronic Myeloid Leukemia Patients after Imatinib Mesylate and Dasatinib Therapy. Acta Haematologica, v. 133, n. 4, p. 354-364, 2015. Citações Web of Science: 11.
FERREIRA, A. F.; MOURA, L. G.; TOJAL, I.; AMBROSIO, L.; PINTO-SIMOES, B.; HAMERSCHLAK, N.; CALIN, G. A.; IVAN, C.; COVAS, D. T.; KASHIMA, S.; CASTRO, F. A. ApoptomiRs expression modulated by BCR-ABL is linked to CML progression and imatinib resistance. BLOOD CELLS MOLECULES AND DISEASES, v. 53, n. 1-2, p. 47-55, JUN-AUG 2014. Citações Web of Science: 14.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERREIRA, Aline Fernanda. Efeitos dos inibidores de tirosina-quinase sobre a maquinaria apoptótica na leucemia mielóide crônica. 2007. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.