Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao do processo fisioterapeutico na excrecao de virus respiratorios em criancas de 0 a 5 anos.

Processo: 05/57828-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Edison Luiz Durigon
Beneficiário:Thereza Silva Souza
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia

Resumo

O Vírus Respiratório Sincicial Humano apresenta distribuição que atinge principalmente crianças, neonatos e alguns estudos estão comprovando sua associação a imunocomprometidos e idosos. Para fazer o diagnóstico são colhidas geralmente amostras de aspirado de nasofaringe e swab nasal que podem ser realizadas pela equipe de fisioterapia ou enfermagem. A especialidade de fisioterapia respiratória tem como alguns dos seus objetivos remover as secreções traqueobrônquicas, melhorar a troca gasosa, retirar tampões mucosos que fazem obstrução do fluxo aéreo, diminuir a resistência à passagem do ar e trabalho respiratório. Associar a coleta de secreções de nasofaringe após a fisoterapia respiratória pode segundo alguns trabalhos melhorar os níveis de especificidade para identificação do agente causador da infecção, portanto o presente trabalho tem por objetivo comparar a carga viral presente em swab nasal e aspirado de nasofaringe antes e após a realização de manobras de fisioterapia respiratória. (AU)