Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de técnicas acopladas a espectrometria de massas com plasma (ICP-MS) visando o fracionamento e a especiação química de mercúrio em sangue e plasma

Processo: 07/03097-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Fernando Barbosa Júnior
Beneficiário:Jairo Lisboa Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Mercúrio (elemento químico)   Espectrometria de massas

Resumo

O mercúrio é considerado um dos xenobióticos mais nocivos ao ser humano. No ambiente esse elemento químico pode ser encontrado sob as formas de mercúrio metálico (Hg0), de mercúrio inorgânico (i-Hg) e mercúrio orgânico (o-Hg) principalmente nas formas de metilmercúrio (MeHg) e etilmercúrio (EHg). Entretanto, nas formas orgânicas este metal apresenta sua maior toxicidade. Assim sendo, o desenvolvimento de métodos para diferenciação entre espécies orgânicas e inorgânicas de mercúrio e também de especiação em fluidos biológicos é de extremo interesse nos estudos de toxicologia deste metal. Essa linha de pesquisa ainda é incipiente no Brasil. Além disso, a maior parte dos métodos que propõe tanto o fracionamento quanto a especiação química de mercúrio em diversas matrizes utiliza procedimentos laboriosos, em alguns casos com limites de detecção acima dos níveis de mercúrio encontrados em fluidos biológicos e de difícil aplicação em rotina. Neste sentido, o presente projeto tem como objetivo o desenvolvimento de dois métodos analíticos rápidos, simples e sensíveis para: I) fracionamento entre mercúrio total e inorgânico (orgânico pela diferença) utilizando a técnica de espectrometria de massas com fonte de plasma acoplado em linha com a geração de vapor frio (CV-ICP-MS); II) especiação de Hg em amostras de sangue e plasma utilizando o acoplamento da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência a um ICP-MS (HPLC-ICP-MS). Para o fracionamento de mercúrio em sangue e plasma as amostras serão inicialmente incubadas com hidróxido de tetrametilamônio (TMAH) à temperatura ambiente. A formação de vapor frio de Hg ocorrerá em um sistema em fluxo contínuo e com o uso de soluções de NaBH4 para determinação de Hg total e SnCl2 para a determinação de Hg inorgânico. Já para a especiação química utilizando o sistema hifenado HPLC-ICP-MS, serão avaliados três métodos de extração, que reduzem o uso de largas quantidades de solventes. Para a separação serão avaliadas colunas de fase reversa. A validação dos métodos será realizada pela análise de Materiais de Referência Certificada do Departamento de Saúde do Estado de Nova Iorque (NYSDOH). Os métodos desenvolvidos serão utilizados em rotina dentro do Laboratório de Toxicologia de Metais da FCFRP-USP para seus estudos de toxicologia de mercúrio. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Jairo Lisboa. Avaliação de técnicas acopladas à espectrometria de massas com plasma (ICP-MS) visando o fracionamento e a especiação química de mercúrio em sangue e plasma. 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.